97816

A Indústria Hering, uma das maiores da área de confecções, e participante do Projeto Pró-Sertão, em colaborações com pequenas e médias empresas locais reduziu sua presença no Rio Grande do Norte em 25%, demitindo funcionários e suspendendo contratos.

Em Jardim do Seridó foram 300 demissões de uma vez.

A Hearing tem 250 funcionários no RN, mais 2.300, terceirizados, em vários municípios, pelo sistema de facção. No começo da semana eram 34 contratos de facção, agora reduzidos a 20.

A empresa está presente há 12 anos no Rio Grande do Norte, e juntou a crise do coronavirus com dificuldades conjunturais.

Deixe um comentário