238172

A notícia sobre o internamento do deputado Hermano Morais (PSB) com diagnóstico de Coronavirus pegou a todos de surpresa na manhã desta sexta-feira.

Em meados de abril a doença foi amplamente divulgada pela assessoria do deputado com transparência elogiável desde o primeiro momento.

Agora,  leigos e profissionais da área questionam; onde está o erro? Houve erro? É possível se contaminar duas vezes dessa doença?

Hermano pode fazer parte de uma estatística real e que vem sendo crescente em vários estados do Brasil e do mundo; “o falso positivo”. São observados principalmente em testes de resultado rápido.

O jogador Dybala, do Juventus é um exemplo que testou positivo por mais de dois meses, mesmo quando já não apresentava  sintoma algum. Há quem diga que são resíduos do vírus já morto. Conjecturas.

No caso de Hermano,  ele apresentou sintomas leves da primeira vez e já estava pronto a ser doador de plasma para tratamento de outras pessoas, seus exames chegaram a ser remetidos para os Estados Unidos. Lá, não detectaram a presença de anticorpos.Portanto, não poderia doar nada para tratamento de outros doentes.

A coincidência que agora, sintomas ainda mais fortes  – com necessidade de internação – e novo exame … positivo.

Saúde, Hermano!

Comentários do Facebook

Deixe um comentário