O governador João Doria (PSDB) chegou cedo ao Aeroporto Internacional de Guarulhos para acompanhar a chegada do material com o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, e Dimas Covas, presidente do Butantã.

“Viemos receber aqui mais um lote da vacina Coronavac, a vacina do Butantã, a vacina que vai salvar vidas de milhões de brasileiros”, disse o governador na recepção.

A faixa envolvendo a carga com o nome “A vacina do Brasil” vale mais do que milhões de palavras e discursos. É o suficiente também para irritar a turma do negacionismo e da ” gripezinha”.

Responde também aos que preferem prever que a luta de 2022 será com a esquerda de Lula e do PT.

O Centro começa a mostrar a que veio. Com “entrega” como costumam falar os neo-bolsonaristas.

Sobre a  imunização,  dependerá dos resultados da fase 3 de testes da Coronavac, desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac e produzida em parceria com o Instituto Butantã, cujos resultados são esperados até 15 de dezembro.

A aprovação da ANVISA será determinante.

 

Comentários do Site

Deixe um comentário