Burburinho na alta cúpula da Igreja Católica.

O braço francês mais influente da ala católica reascendeu a hipótese que o Papa João Paulo I não morreu do coração, como dito na época, e sim de envenenamento. Por isso, desejam a autópsia do corpo, que na época fora negada.

A Igreja Católica francesa alega que o Papa João Paulo I era uma espécie de um Papa Francisco da época, que lutava para modernizar e reformar a igreja e atualizar os valores tradicionais considerados ultrapassados. João Paulo I chegou a solicitar uma investigação sobre o Banco do Vaticano, motivo pelo qual teria provocado a ira dos setores da cúpula mais conservadora do Vaticano. Estamos falando de 1977 e 78.

Enfim, essa notícia já circula pelo mundo e os indícios só crescem…

Quando os filmes e as novelas imitam a vida, a gente não acredita.

João Paulo I desejava uma igreja reformulada e mais atualizada com os valores da sociedade

João Paulo I desejava uma igreja reformulada e mais atualizada com os valores da sociedade

439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Deixe um comentário