Depois de Caicó, Pau dos Ferros também teve divulgação de pesquisa do Instituto Seta proibida pelo Judiciário.

O Juiz da 40ª Zona Eleitoral, Osvaldo Cândido de Lima Júnior intimou o Instituto para não divulgar o resultado da pesquisa até a efetiva análise preliminar a partir de ação interposta pela coligação “O Trabalho e o progresso continuam” do prefeito Leonardo Rego (DEM).

Na primeira pesquisa, a mesma coligação denunciou –  inclusive em discurso em praça pública – fato que foi contestado pela diretoria da empresa nesse mesmo Território Livre.

Agora, a nova pesquisa, que foi contratada pelo próprio instituto,  está suspensa até novos esclarecimentos .

A pena arbitrada para para o caso de desobediência e multa é de  53.205,00 (cinquenta e três mil, duzentos e cinco reais) a R$ 106.410,00(cento e seis mil, quatrocentos e dez reais).

Deixe um comentário