f521123c-10c2-4ad8-bf40-1e1d78eb8353.jpg

Mais um pleito justo de quem está, sim, na linha de frente do combate ao Coronavirus. Mesmo não sendo da área da Saúde.

O pedido foi encaminhado ao secretário de Saúde Cipriano Maia e assinado pelos  sindicatos dos segmentos de segurança privada e de asseio e conservação para serem incluídos nos grupos prioritários de vacinação contra o Covid-19.

Muitos deles trabalham em unidades hospitalares, UTI’S e em outros locais onde existem risco acentuado de contaminação.

Segundo o documento,  ao longo da pandemia, um “percentual exagerado” de colaboradores foram afastados de suas funções por suspeita ou contaminação pelo COVID-19.

A Sesap ainda não se manifestou sobre o pedido.

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Na verdade, na verdade, todo mundo é prioridade. Menos os que não querem a vacina, os que vão para a farra, os que pouco se importam com os demais.

  2. Otavio
    Responder

    Eu incluiria também os militares,pilotos e tripulação destes aviões q estão fazendo estes voos trazendo os doentes da região Norte.

Deixe um comentário