Já ouviram falar em “Maskne”?

Pois é, faz parte dos novos nomes que surgem com a pandemia.

A junção das palavras “máscara” e “acne” dão vida a um novo termo chamado “Maskne”, criado para ilustrar o problema que está atingindo várias pessoas.

Segundo especialistas, o uso constante das máscaras aumentam a temperatura da pele, deixando a região mais úmida e abafada, estimulando as glândulas sebáceas e sudoríparas, e ocorrendo o aumento da oleosidade, que entope os poros e causa a acne.

Esse tipo de acne provocada pelo contato da máscara é diferente daquela produzida por outras alterações. Entretanto, a “Maskne” é mais fácil de ser controlada do que as acnes que surgem por fatores genéticos ou hormonais.

Assim, o uso de protetor solar com toque seco é recomendado ser usado diariamente com a máscara para quem tem predisposição à acne.

E, atenção, casos mais intensos de “Maskne” devem ser tratados diretamente com o dermatologista.

A

A “maskne” pode ocorrer com o uso prolongado da máscara

439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Deixe um comentário