Resposta contundente do presidente da Caern, Roberto Sergio Linhares, a este Território Livre.

 Não existe possibilidade de privatização da Companhia de Águas e Esgotos durante o Governo Fátima Bezerra.

Confirma na íntegra a explicação.

Respondendo à matéria Privatização da CAERN sai dos bastidores para Mesa da Assembleia:

O Governo do Estado tem um posicionamento claro sobre privatização da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

Na gestão da Governadora Fátima Bezerra, a Caern jamais será privatizada e se em algum momento aparecer alguma proposta desse tipo será vetada incondicionalmente.

Neste Governo, a Caern seguirá lucrativa e eficiente e continuará alavancando seus resultados, respeitando este patrimônio do povo potiguar.

Diante da repercussão do tema, cabe pedir atenção para um paradoxo: pessoas declaradamente privatistas acusam uma governadora progressista e defensora das empresas públicas de querer privatizar uma empresa como a CAERN.

É preciso esclarecer é que estas pessoas não observaram o parágrafo 3.º. do artigo 13 da proposta que proíbe a abertura de capital da Companhia (proíbe expressamente a privatização).

Assim, é preciso reforçar que a Caern continuará cumprindo com a sua missão de levar qualidade de vida para o Potiguar através do abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Este compromisso é respaldado com o empenho do Governo do Estado e atender as exigências do Novo Marco Legal do Saneamento Básico.

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Pegou mal só a ideia de privatizar. Então, como boa caroneira, surfista do bônus, jamais acontecerá isso.

Deixe um comentário