imagem_materia

O senador Styvenson Valentin (Podemos) foi o entrevistado na noite de quarta-feira do Jornal das Seis comandando por Ênio Sinedino na 96 FM.

Questionado sobre as notas que merecem os Governos Federal e Estadual, declarou: nota 4.

Apesar de honestíssimo, um presidente que é apoiado por Bob Jeferson, condenado seis anos por corrupção, não pode ter nota melhor do que esta. Nada justifica. 

A mesma nota merece o Governo Fátima Bezerra.

E o Prefeito de Natal Álvaro Dias?

Valentin baixou ainda mais a nota e chegou a zerar, ressaltando a desorganização que presenciou no ponto de vacinação no Via Direta e falta de imunizastes para uma grande parcela dos natalenses:

Eu já encaminhei todo o material para o Ministério Público. Estou aguardando a investigação, que já deveria ter resultados… 

As pessoas se esforçam perto das eleições para se vencer e depois se acomodam sabendo que tem quatro anos pela frente.. 

Qual a nota que merece o mandato do senador capitão?

Comentários do Site

  1. Guilherme
    Responder

    Semana passada , 5a feira, estive no Natal Shopping e lá estava o senador almoçando no Camarões.
    Ele deveria estar em Brasília trabalhando pelo nosso estado.
    a nota pra esse senador e a temperatura da Sibéria, -30.
    Senador mostre trabalho e menos blá blá blá.

  2. observanatal
    Responder

    A sensacional entrevista de EuStyvenson foi de dar náuseas por tamanha arrogância do senador e tamanha “bajulância” de Ênio Sinedino e o Totó. EuStyvenson muito incomodado com Dinarte Assunção, tentou responder algo acontecido há dois anos; depois se embananou sobre a fiscalização do Ministério da Saúde, se era um benefício ao senador ou se já viria, mas só veio porque o senador pediu; depois, para se colocar como diferente frente aos ex-senadores Garibaldi Filho e José Agripino, que ele não mencionou os nomes, destacou que o potiguar deveria ser feliz em ele, EuStyvenson, ser honesto. “Mas honestidade é obrigação”, lembrou Dinarte Assunção, que acertadamente observou que EuStyvenson tem Ego de cristal.

    À la Wilma de Faria, EuStyvenson foi “convocado” pelo povo para entrar na política. Assim disse ele.

Deixe um comentário