rvrsa_abr20120713_1290

João Amoedo, Presidente do Partido Novo, numa entrevista a´O Estado de S.Paulo, coloca a posição do seu partido sobre o gasto de dinheiro público nas campanhas eleitorais:

-No debate sobre o Fundo Eleitoral o que mais chama atenção é o abuso que se faz de recursos públicos.. A certa altura foi enxertado no projeto um valor gigantesco, de R$ 3.8 bilhões – que a meu ver foi simplesmente “um bode na sala”. Ai reduziram bastante para R$ 2 bilhões, e esse corte ficou parecendo um ato corajoso. Ora, em 2016 houve eleição municipal, exatamente como teremos em outubro. Já estavamos nas novas normal eleitorais. Não houve fundo especial nenhum, prefeitos e vereadores fizeram campanha, os eleitos tomaram posse, o País foi em frente. Os tais recursos não fizeram falta.

O Partido Novo não recebe recursos do Fundo Partidário.

João Amoêdo, foi candidato a Presidente da República em 2018, nasceu em 22 de outubro de 1962 no Rio de Janeiro. É filho do médico radiologista paraense Armando Rocha Amoêdo e da administradora de empresas Maria Elisa Filgueira Barreto, do Rio Grande do Norte, irmã dos empresários Álvaro Alberto, Luiz Sérgio e Mário Barreto. Em 1987, João Amoêdo casou-se com Rosa Helena Nasser, natural de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, com quem tem três filhas.

Comentários do Facebook

Deixe um comentário