Luxo supremo!!

Luxo supremo!!

Tanto se fala em luxo. Tanto se propagam fotos de champagne, relógios, carros, roupas, etc, etc… ok, isso é bom, mas não é o luxo que venho propagando e defendendo desde que aqui iniciei minha coluna.

Hoje o novo luxo é primeiro ter a elegância da coerência de vida, da coerência de falar e agir uniformemente, deixar de tanto tralalá, de defender ou dizer uma coisa e fazer outra, de postar uma coisa e ser outra na vida real.

Hoje o novo luxo é ter a segurança da simplicidade, mas com charme, claro, com correção e contexto adequados, com a sabedoria da amizade de verdade. Aliás, ser de verdade é um luxo supremo, como também “ser” e não apenas “ter”.

Em dezembro passado encontrei num aniversário a querida Zalíx Marinho, que sabe o que é luxo em todos os sentidos. Num papo rápido e com a sabedoria de vivência de vida Ela afirmou: “Coitado de quem tem apenas dinheiro”. É isso… coitaado!! Dinheiro é bom, Eu quero, quero muito, pois dá resolutividades a alguns aspectos da vida, mas não deve ser a meta, jamais. E, venho percebendo na jovem maturidade, luxo é saber usá-lo e ser feliz.

Por que estou dizendo tudo isso? Porque ontem recebi o texto abaixo de uma amiga muito especial, e por ser um viés que, quem é meu leitor vai saber o que estou dizendo, é o que hoje defendo como luxo máximo.

Leia, vale a pena! Vamos exercitar esse luxo em 2020!!

Abaixo… autor desconhecido.

“O luxo mudou. Existe um novo conceito moderno do que é o luxo supremo. Os antenados estão ressignificando não só a palavra, mas as suas atitudes em relação a ela.

A mudança de comportamento nesse novo milênio mostra uma nova consciência no mundo. E toda grande transformação começa quando ocorre uma mudança de valores, e é isso que estamos vivendo.
Aos poucos, mesmo os mais desatentos, os mais conservadores, mesmo os novos ricos, deslumbrados com sua escalada social, vão perceber que o luxo agora é outro.
Então, o que significa luxo nessa era moderna contemporânea?

O novo luxo é ter saúde. Liberdade. Tempo. Ter espaço nesse planeta atulhado, ter hortas orgânicas, abelhas, animais livres, água limpa, rios e mares limpos, matas nativas e florestas preservadas, biomas naturais.
E quem pode se dar esse luxo? Quem pode cuidar de sua saúde física, mental, emocional, psíquica e espiritual? Quem pode ter a liberdade de ser o que é, sem se preocupar com a opinião de ninguém?

Quem pode ter tempo de fazer o que gosta e gostar do que faz? Ter tempo de flanar, pensar, se dedicar a observar a beleza das coisas, de criar beleza nas coisas, de descobrir o mundo? Tempo de dançar sozinho, olhar demoradamente um pôr de sol? Cuidar dos bichos abandonados e ter uns bichinhos pra chamar de seus? Tempo de cuidar de jardim e poder plantar muitas árvores? Tomar um café no fim de tarde e ler um bom livro?

Tempo de conhecer, descobrir e amar as pessoas? De poder fazer amor com todo o tempo do mundo? De acordar de bom humor e acreditar que é possível, é sempre possível e que estamos aqui para presenciar pequenos e grandes milagres?

O novo luxo é ter paz de espírito, consciência tranquila, meditar e sentir aquela felicidade que nasce dentro de você, não importa o que aconteça fora.

O novo luxo é saber que para ser feliz temos que desejar que todos possam ser felizes também. Não carregar o peso de sentimentos ruins e pensamentos negativos, mas deixar que eles passem como passam as nuvens escuras pelo céu.

O novo luxo é saber ser gentil com pessoas que você não conhece, com empregados, funcionários, subalternos. Respeitar o outro independentemente de sua posição social, raça, cor ou credo. Respeitar o ser humano que ele é.

O novo luxo é tentar entender quem pensa diferente, quem nos é estranho e saber que violência sempre gera violência e esse beco não tem saída.

O novo luxo é admitir sua fraqueza, perdoar seus erros e se divertir com seus defeitos. Saber que nosso encanto é essa mistura de tudo, muitas vezes confusa e desajeitada, mas sempre tentando ir pelo caminho do bem.
Todos temos falhas, todos fazemos bobagens, dizemos coisas que não queríamos ter dito e saber pedir perdão é sempre libertador. Uma das conquistas do novo luxo é essa plenitude.

O novo luxo é experienciar, vivenciar, aprender. O novo luxo é conhecimento. Uma visão abrangente sobre o mundo em que vivemos e nossa passagem por esse lindo planeta azul. O novo luxo faz de você um novo ser humano, sua busca é evoluir e ser melhor.

Sua busca é ser mais feliz.
O novo luxo não é ter: é SER!”

É esse novo luxo que este colunista deseja para Vocês respeitáveis leitores, nesta ano de 2020 que se inicia.

Bebeto Torres

439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Deixe um comentário