Já ouviram falar em “sexting”?

A onda virou febre na quarentena, especialmente para os solteiros, e agora embalas paqueras picantes mundo afora. Segundo pesquisas e especialistas, o Brasil está à frente em números de praticantes. Natal tem os seus, claro…

Pra melhor explicar o conceito da coisa, com a palavra a psicóloga e sexóloga Ana Canosa: “O sexting, que consiste na troca de mensagens picantes pelo WhatsApp, o envio de nudes e as orgias pelo Zoom acabaram se tornando uma maneira de o ser humano resolver suas limitações. As práticas já faziam parte do mundo, mas foram se intensificado na pandemia”, afirma.

472019111547432 439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Deixe um comentário