235511

O título é dever de justiça por mais provocativo que possa parecer.

O prefeito de Parnamirim Rosano Taveira inaugurou ontem o Centro Cultural Trampolim da Vitória – um memorial sobre a participação potiguar na Segunda Guerra Mundial.

Data escolhida para relembrar o encontro entre o presidente Getúlio Vargas e o presidente dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt em terras potiguares em 1943. A histórica Conferência do Potengi.

Taveira mostrou que “yes, we can!” por mais raro que possa parecer para o povo potiguar.

O resgate da História tem endereço, é Parnamirim. E não foi inauguração para inglês ver. Está aberto com direito a um mês com entrada gratuita.

Se isso vai credenciar uma reeleição do prefeito Taveira? Muito provavelmente. Ele tem o que mostrar. Algo a dizer. A prova que fez e poderá fazer mais.

Prazer, senhor prefeito. Espero em breve conhecer e poder falar melhor do acervo, que como cidadã natalense, sonhei e esperei.

A inveja não me impede de reconhecer a grama mais verde da vizinha Parnamirim. A ela todos os louros.

Em entrevista a Tribuna do Norte, o prefeito ainda demonstrou a virtude da modéstia:

Só tem dois lugares no mundo e no Brasil que se contam a história da Segunda Guerra Mundial, que é justamente Parnamirim e Natal. 

Natal  deve ser  licença poética, vez que aqui “tem, mas tá faltando”. Faltando quem faça e entregue. Quem inaugure e coloque para funcionar.

E sobre o uso como trampolim para 2020? Parece natural.

Afinal, Parnamirim é terra de um grande prefeito que institui a máxima “Parnamirim, sim; voto sim!” Será o caso, Agnelo?

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Taveira colocou as contas de Parnamirim em dia. Foram dois anos pagando grandes contas, rombos gigantescos, agora Taveira entra 2020 reorganizando Parnamirim nas áreas que trazem problemas, como saúde, educação e limpeza. Falta infraestrutura de muitas ruas e bairros, mas a falta não é só do prefeito que está sentado na cadeira. Os governadores abandonaram Parnamirim, como se ela, e Natal, não precisassem do Governo.
    A Rampa não sai do canto, é só promessa. Museu, interatividade? Parnamirim entregou antes. Natal que corra atrás para que se faça a ponte da II Guerra Mundial, ligando Natal e Parnamirim Field.

Deixe um comentário