Um filme que começa bem, engata uma boa história, mas derrapa no final.

O ator principal é bacana e vai estourar nas telas num futuro breve: Yahya Abdul-M II.

A Lenda de Candyman conta a história da lenda do bairro habitacional do subúrbio de Chicago/EUA “Cabrini Green”, em que os moradores eram aterrorizados por um fantasma de um assassino sobrenatural com um gancho na mão.

Porém, nos dias atuais, uma década depois, o artista visual Anthony McCoy e sua namorada, a diretora da galeria Brianna Cartwright, se mudam para um condomínio de luxo em Cabrini, agora habitado por jovens bem sucedidos.

Com a carreira de pintor de Anthony à beira da estagnação, um encontro casual com um residente de Cabrini das antigas expõe Anthony à trágica natureza horrível da verdadeira história por trás de Candyman.

Ansioso por manter seu status na cena artística de Chicago, Anthony começa a explorar esses detalhes macabros em seu estúdio como uma nova fonte de inspiração para suas pinturas, abrindo sem saber uma porta para um passado complexo que desafia sua própria sanidade e desencadeia uma onda de violência terrível que o coloca em rota de colisão com o destino.

O resto vale a pena assistir, mas o diretor perdeu a oportunidade de dar um desfecho mais verdadeiro e realístico à Lenda de Candyman.

Opinião do filme: 3 estrelas, bom!

5560670 Logo Anninha Logo Fabi Logo Bebeto

Deixe um comentário