Do Estadão 

Organizadores do protesto do próximo domingo, 12 de setembro, como MBL, Vem Pra Rua e Livres, recuaram nesta quarta-feira, 8, da ideia de convocar manifestantes apelando para o mote “nem Bolsonaro, nem Lula”.

O foco passou a ser um só: contra o presidente da República. O consenso não veio de forma tranquila.

Houve muita resistência em considerar a possibilidade de abrir espaço à esquerda lulista nos protestos.

Por razões óbvias: os organizadores foram algozes de Dilma Rousseff.

A ideia de um ato sem bandeiras de partidos também foi pelos ares. Presidenciáveis e siglas da oposição estão convocando suas militâncias.

Deixe um comentário