download (5)

 

Roda Viva – Tribuna do Norte – 01/12/19

Na semana em que a Federação dos Petroleiros lançou uma campanha pela permanência da Petrobrás, no RN, com a presença do geólogo Guilherme Estrella, uma primeira leva de 100 funcionários da empresa, lotados no escritório de Natal, começaram a se mudar. Esses estão indo para o Rio de Janeiro e Vitória. Turma do andar de cima

O dr. Estrella manteve um discurso nacionalista denunciando que a Petrobrás está sendo entregue ao capital estrangeiro.

EM BAIXA
Dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), de junho último, revelem que a Bacia Potiguar teve uma produção de 39.230 barris por dia, 6% menos do que o extraído no mesmo período do ano passado.
A produção de petróleo e gás natural no Rio Grande do Norte caiu 34,46% entre os anos de 2010 a 2018 e dos 60,6 mil barris do mineral extraídos diariamente em dezembro de 2010, o volume despencou para 40,7 mil no mesmo mês do ano passado.
Já o gás natural registrou uma queda de 1,6 milhões de metros cúbicos diários em dezembro de 2010 para 924 mil metros cúbicos diários em dezembro do ano passado.
Para Estrella,  a falta de investimentos é a principal causa do recuo da produção ao longo dos anos. empresa de lucros imediatos para agradar os grandes acionistas”.

Comentários do Facebook

Deixe um comentário