0

O prefeito de São Gonçalo do Amarante, Paulo Emídio decretou calamidade pública e quarentena no município em virtude da pandemia de Covid-19 pelos próximos 90 dias.

Durante o período, que pode ser prorrogado, estão autorizadas a funcionar, exclusivamente, atividades privadas indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis à comunidade, como saúde, assistência social, transporte público e serviços de alimentação, sempre respeitando as medidas de proteção e prevenção ao coronavírus.

O prefeito também suspendeu a cobrança das tarifas de água e esgoto na categoria “residencial social”, ou seja, as famílias que têm renda até R$ 178 inscritas no Programa Bolsa Família.

Comentários do Facebook

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Demorou a tomar a atitude. Hoje vemos que não adianta nada. Não se pode contar com o brasileiro para conter nenhuma doença.
    Suspender as cobranças de água e luz é uma boa iniciativa, mas quantos no município não são cadastrados nos órgãos públicos?

Deixe um comentário