Criança levanta a mão ao lado de outros alunos em sala de aula da escola Thomaz Rodrigues Alckmin, no primeiro dia de retorno das escolas do estado de São Paulo para atividades extracurriculares em meio ao surto de coronavírus (COVID-19) em São Paulo, Brasil Outubro 7, 2020. REUTERS / Amanda Perobelli

Quem avisou foi a governador Fátima Bezerra em suas redes sociais na tarde desta quinta-feira, 27:

Acaba de ser aprovado na CIT – Comissão Tripartite – o início da vacinação dos trabalhadores da Educação do ensino básico e superior, das redes pública e privada.

Valeu o sonho! Valeu a luta!

A partir de agora, cada nova remessa de vacina, será destinada uma parte aos profissionais da Educação. Valendo já a partir da próxima remessa!

DO TL 

A notícia boa é que os professores da rede PRIVADA foram incluídos nessa prioridade, o que não estava previsto no primeiro anúncio do Governo do Rio Grande do Norte.

Ainda não se qual será a “parte”, ou seja, o percentual que será destinado à vacinação dos professores de Educação. Só com esta informação pode se ter uma ideia de quanto tempo ser necessário para imunizar a categoria.

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    O Governo do Estado vai vacinar quantos professores?
    Tripartite se refere só ao Governo do Estado, Fátima? É uma caroneira de mão cheia! “Ela lutou por isso”, dirão. Ela percebeu para onde as coisas iriam. Agora é vacinar os professores do RN e recomeçar as aulas das escolas estaduais.

  2. Rogério
    Responder

    Aposto com quem quiser, pode vacinar todos eles e as aulas não voltam tão cedo. Quem aposta?

Deixe um comentário