0-2

A Comissão Mista de Orçamento (CMO) decidiu na quarta-feira manter o trecho do relatório do Orçamento de 2020 que aumenta para R$ 3,8 bilhões o Fundo Eleitoral.

A proposta original encaminhada pelo governo previa repasse de R$ 2 bilhões para o financiamento público de campanhas.

Em seu parecer, o relator do Orçamento, deputado Domingos Neto (PSD-CE), justificou que estava recompondo o corte feito pela equipe econômica, a pedido de líderes partidários e presidentes de legendas.

O financiamento de R$ 3,8 bilhões é mais que o dobro do destinado ao Fundo Eleitoral no ano passado, quando o valor repassado foi de R$ 1,7 bilhão.

DO TL: As siglas que elegeram as maiores bancadas em 2018 terão R$ 370 milhões do total para gastar já nas eleições de 2020. O valor ainda depende de aprovações do Plenário do Congresso.

Deixe um comentário