Um quadro de Rembrandt, que durante décadas foi dado como perdido, até ser reencontrado por acidente em 2016, recentemente foi classificado como “original” por especialistas.

Trata-se da tela “The Adoration of the Magi”, produzida pelo artista holandês entre 1632 e 1633.

Descoberta por acaso há cinco anos, depois de cair da parede de uma casa no centro de Roma, a obra acabou sendo enviada por seu dono para a restauradora italiana Antonella Di Francesco, que nela viu algo a mais.

É que existem aos montes cópias de outros quadros perdidos de Rembrandt espalhadas pelo mundo, mas para a profissional aquele que surgiu do nada na capital da Itália era perfeito demais para ser apenas mais uma.

A partir daí, ela procurou avaliadores profissionais e, depois de muita análise, eles concluíram que “The Adoration of the Magi” era, de fato, um verdadeiro Rembrandt.

Agora, devidamente certificado, o quadro de 54 x 44,5 cm, antes disso visto pela última vez nos anos de 1920, teve seu valor atualizado e estimado em US$ 240 milhões ou R$ 1,26 bilhão de reais.

Contudo, seu misterioso dono não tem o menor interesse em vendê-lo, já que pretende manter a relíquia em família.

Meu Deus, que história!! Só podia ser em Roma, o berço da história e da arte.

Quadro de Rembrandt reencontrado em Roma

Quadro de Rembrandt reencontrado em Roma

aa7fd288-68f9-401f-bde7-954e5836d8c1 439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Deixe um comentário