A rave da Pipa, no último sábado,  que foi notícia nesta quinta-feira pela Veja online como exemplo de irresponsabilidade em tempos de Coronavírus não tinha autorização da Prefeitura de Tibau do Sul.

É o que diz a nota enviada há pouco pela Procuradoria do Município a este Território Livre.

Todos os eventos com mais de 100 pessoas foram cancelados em toda Tibau, inclusive a BUG OPEN 2020, que não atendia a recomendação de funcionar desde a última sexta-feira, 13.

Houve a recomendação expressa via ofício para o cancelamento o que foi ignorado pelos responsais pelo evento … solenemente.

Agora, a administração de Tibau ainda tenta reparar os danos causados pela desobediência, que poderá ocorrer via multa ou até mesmo a proibição aos responsáveis pela festa de promover  novas festas no município.

Comentários do Site

  1. Bruno Medina

    Laurita, eu sou o organizador do evento supracitado. Me coloco a inteira disposição para esclarecimentos, tendo em vista que as informações passadas à senhora são inverossímil! Temos todas as licenças emitida pelo município em mãos e, em nenhum momento, fomos proibidos de realizar o evento! Grato!

    • Anny

      Independentemente de autorização… os responsáveis pelo evento deveria ter cancelado! Isto se chama SOLIDARIEDADE…

  2. observanatal

    Duvido, D U V I D O que essa rave não tenha movimentado a vizinhança, a cidade de alguma forma. Proibiu? Desobedeceu? Vá lá e feche! Feche!
    O poder público fica com medo de desagradar alguém, depois corre atrás do prejuízo. O prejuízo é dividido com todos. Se os irresponsáveis que marcaram presença nessa rave não sabem o que é solidariedade, obedecer ordens; o dever do poder público é fazer com que entendam, no processo, na detenção, ainda que momentânea, e no BOLSO.