Vista geral do canal de transposição do Açude Castanhão, no Ceará.

Vista geral do canal de transposição do Açude Castanhão, no Ceará.

Informações da Agência Brasil

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) informa que o Governo Federal está destinando R$ 144 milhões para assegurar a execução de serviços do Projeto de Integração do Rio São Francisco e outras obras que garantirão o abastecimento da população nos estados de Pernambuco, do Ceará, da Paraíba e de Alagoas.

Com esses recursos, os investimentos em projetos para reforçar o abastecimento de água no Nordeste somam R$ 1,4 bilhão em 2019.

O montante contabiliza investimentos para operação e manutenção da transposição do Rio São Francisco nos dois eixos do projeto (Norte e Leste), a recuperação de reservatórios considerados estratégicos e outras obras para ampliar a oferta de água na região. As primeiras obras da transposição foram iniciadas em 2007 pelo Exército.

O Eixo Norte é um canal de 400 quilômetros que faz a captação de águas próximo à cidade de Cabrobó (oeste de Pernambuco) para alimentação dos rios Salgado e Jaguaribe, com a finalidade de levar água a reservatórios no Ceará, no Rio Grande do Norte e na Paraíba. No Eixo Leste, o canal, que tem mais de 200 quilômetros, leva água ao Rio Paraíba para abastecer reservatórios em Pernambuco e na Paraíba.

DO TL: O Rio Grande do Norte ficou fora porque não fez seu dever de casa. E não é de hoje. É que as obras dos canais para ter acesso às aguas da Transposição é obrigação/dever dos Governos estaduais. Por aqui, nenhum concluído…

Comentários do Facebook

Deixe um comentário