A abertura da licitação para selecionar a empresa que vai elaborar a construção do Sistema Seridó tem repercussão administrativa e política para o Rio Grande do Norte.

As fotos, presenças e ausências são sinais sem retoques de uma quadro pós eleitoral com reflexos claros em 2022.

O Governo do RN que cedeu os primeiros estudos técnicos não enviou representes para o ato. Nem ninguém da bancada potiguar, que pudesse representar a Governadora Fátima Bezerra (PT).

“É um projeto para quem gosta do Brasil e entende que o nosso País pode muito mais”, disse Marinho. 

E para quem gosta do Rio Grande do Norte e se compadece, minimamente, com o sofrimento de 24 municípios, 280 mil pessoas,  que sofrem há décadas pela falta de … água.

A estimativa é de que o Governo Federal invista cerca de R$ 280,6 milhões para a construção de mais de 330 quilômetros de canais adutores, estações de bombeamento e de tratamento e pontos de captação de água.

O presidente da Assembleia e presidente do PSDB, Ezequiel Ferreira de Souza esteve presente para aplaudir e chancelar o ato do ministro potiguar. Com ele, o deputado e companheiro de PSDB, Gustavo Carvalho.

Uma dupla que percorreu o RN nos últimos meses e conhece muito além do caminho das águas. Sabem para onde ela corre.

Não é segredo para ninguém que Rogério Marinho hoje é o parceiro ideal para quem planeja voos mais altos. E isso, claro, passa por planejamento, perceptiva de apoio. Desde já.

Foi o que o velho ninho deixou claro: -estamos com você!

 

Comentários do Site

Deixe um comentário