a15bbd294058847456f426b7d1b63251_349-770

Depois do Senado aprovar ontem o auxilio emergencial de R$ 600 a pessoas de baixa renda, o senador Jean Paul Prates quer ampliar o benefício para microempreendedores individuais (MEI).

De acordo com o projeto de JPP, essas deverão receber o seguro desemprego enquanto durarem as medidas de isolamento social necessárias à contenção da pandemia do coronavírus.

O benefício, no valor de um salário mínimo, será pago aos microempreendedores que não obtiverem faturamento durante a pandemia.

O PL  será apreciado nesta terça-feira, a partir das 16h, quando o Plenário do Senado vai votar propostas para auxiliar o Brasil no enfrentamento à Covid-19.

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    E quem está desempregado, não se enquadra em nenhuma lista, continua desempregado e sem nenhuma renda. Nem mais “bico” consegue fazer.

  2. Edilson
    Responder

    Vou receber a ultima parcela do seguro desemprego em maio de 2020 depois vou ficar desamparado pelo governo! Alguém sabe dizer se eles vão prologar as parcelas de quem já estava no seguro desemprego??
    Não está fácil conseguir emprego com este convid 19 circulado nas ruas!
    O que vai acontecer com quem recebeu a ultima parcela em abril e quem vai receber a ultima em maio?? Se esta campanha for até novembro vamos ficar desamparado!

Deixe um comentário