439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Pegando mote no novo livro de Costanza Pascolato, “A Elegância do Agora”, chamo a atenção pra um novo termo: “sensibilidade periférica”.

Quem tem, tem a oportunidade de se conhecer melhor, conhecer as pessoas com quem convive, os amigos e tem uma maior probabilidade de ser elegante, ter empatia e viver em harmonia com o mundo.

E, prestem a atenção que podemos exercitá-la e desenvolvê-la!!

Sensibilidade periférica é fundamental!

e2d4896f-a198-41a9-8ed1-6cc583af21fe

Comentários do Facebook

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Bebeto, boa dica. Acredito que é isso mesmo, mas não só ao nosso lado. Nos falta olhar ao redor, enxergarmos o outro, ouvir o som nada agradável da dor do outro, ainda que o outro não fale. Afinal, falastrões temos de sobra no nosso dia a dia.

    • Bebeto Torres
      Responder

      Perfeito Observanatal!!
      Essa sensibilidade periférica tem tudo a ver com o que Você disse…
      Com essa atitude, chega-se à mais verdadeira generosidade: atenção e solidariedade ao próximo.
      Show!
      P.S. – Me encontrei com Você certa noite na Igreja, não foi?
      Abraço,
      Bebeto

Deixe um comentário