Bruno Gagliasso acaba de receber o prêmio de “Melhor Ator” no Festival Los Angeles Brazilian Film Festival – LABRFF. Isso pelo trabalho no filme Loop, ainda não lançado no Brasil.

No longa dirigido por Bruno Bini, Daniel (Bruno Gagliasso) faz várias tentativas de viajar no tempo e evitar a morte de sua namorada Malu (Bia Arantes). Para isso, ele conta com a ajuda de sua irmã Simone (Branca Messina) e, entre idas e vindas no tempo, o público é levado a pensar o que mudaria na sua história.

Além de Bruno, Matheus Nachtergaele e Cauã Reymond também levaram um prêmio para casa, o de “Melhor Ator Coadjuvante” pelo filme Piedade, de Cláudio Assis, em que a história se passa na Praia da Saudade, em Piedade. Lá funciona o bar Paraíso do Mar de Dona Carminha (Fernanda Montenegro) e seu filho mais velho, Omar (Irandhir Santos), que é um dos focos da resistência local contra o avanço predatório de uma corporação petroleira. Quando o executivo paulista Aurélio (Matheus Nachtergaele) chega, representando os interesses da empresa, o cotidiano da família é abalado, trazendo à tona segredos há muito tempo escondidos e uma inusitada conexão com Sandro (Cauã Reymond), dono de um cinema pornô do outro lado da cidade.

Em tempo, o LABRFF, que desde 2008 conecta o cinema brasileiro e americano anunciou o fim do festival durante a cerimônia de premiação realizada na plataforma Filmocracy, que abrigou a versão 2020 do evento 100% online.

Bruno, Cauã e Matheus três talentos brasileiros premiados nos EUA

Bruno, Cauã e Matheus três talentos brasileiros premiados em festival nos EUA

439c364a-5d6e-404e-8f51-e248465fcb42

Deixe um comentário