É o assunto do domingo em Natal; o show foi um sucesso de organização, cumprimento dos protocolos e, claro, público.

Quanto mil pessoas na Arena das Duna para matar a saudade das festas num novo formato que o Covid-19 permite.

O chefe da Casa Civil da Prefeitura de Natal, Fernando Fernandes , registrou em suas redes sociais:

Natal, exemplo para o Brasil.

Show com todos os protocolos de bio segurança. Vai @wesleysafadão, vem @turistabrasil. Natal Cidade do Sol. 

Enrolado na bandeira de Natal, o cantor também registrou o momento para os mais de 31 milhões de seguidores:

A sensação foi indescritível. Depois de quase 11 meses sem fazer aquilo que eu mais amo, foram 5 horas de entrega, onde o melhor de mim deu lugar à minha emoção. Obrigado meu Deus e que tudo possa voltar ao normal. E parafraseando Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, “Saudade, o meu remédio é cantar, apenas isso! Obrigado a todos, esse show vai ficar marcado pra sempre na minha vida”. 

Comentários do Site

  1. observanatal
    Responder

    Nenhuma aglomeração dentro e fora? Povo que foi ao show muito disciplinado?

    Ao secretário citado, Fernando Fernandes, a dica de que visite a periferia e veja a dificuldade em conseguir até testes rápidos do COVID-19. Os shows, claramente defendido pela classe dominante desta cidade, por suas ligações de todos os tipos com o empresariado envolvido, são apenas contaminadores. A consequência fica para os ambulantes, que a classe dominante vai defender a renda que conseguiram durante o show “sem aglomerações”, e que seguirá para algum atendimento básico, sem testes de nenhuma natureza.

    Essa biossegurança, essa fiscalização tão severa, sumiu das ruas cheias da cidade; do transporte lotado; até dos restaurantes mais caros.

    Novamente, o mundo ainda não conseguiu normalizar nada, mas Natal, os fundilhos do elefante, já conseguiu normalizar tudo. Até que um familiar de um de nós morra por COVID-19 e tudo seja repensado. Talvez.

Deixe um comentário