images

As casas que pertenceram ao senador João Câmara e ao seu genro, José Arnaud, situadas na avenida Hermes da Fonseca, onde funcionou, o 3º Distrito Naval, não existem mais.

Representavam uma referência da Natal chic dos anos ´50, no fase áurea do ciclo do algodão, quando João Câmara era o maior empresário do RN, com uma empresa voltada para a compra, beneficiamento e exportação de algodão.

PERMUTA

Depois da morte de João Câmara, as duas casas na esquina da Hermes da Fonseca com rua Apodi, foram vendidas ao Governo Federal e receberam a Reitoria da recém criada UFRN.

Quando, por razões estratégicas (Angola se tornava independente com um governo esquerdista), o governo (miltar) resolveu transferir a sede do Comamdo do 3º Distrito Naval, de Recife para Natal, e a Universidade teve oportunidades de colaborar com a “segurança nacional”, cedendo seu principal imóvel para a Marinha.

Em setembro de 2012 a Marinha firmou contrato com um consórcio liderado pela empresa Ecocil entregando os dois casarões do Tirol, em troca da construção da sua sede definitiva, em Santos Reis, no sítio da Rampa, de hidroaviões, na foz do rio Potengi.

Para fechar a conta entrou no negócio uma outra área, na avenida Alexandrino de Alencar. Os casarões do Tirol ficaram para a construtora Hasbun, que para evitar aborrecimentos, demoliu os dois imóveis durante o Carnaval, sem tempo de militantes da saudade se arregimentaram. E o terreno está pronto para receber a construção de edifícios, quando o mercado imobiliário começa a se aquecer.

Comentários do Facebook

Deixe um comentário