img_9686.jpg

Já passava das 21 h da sexta feira, faltando três horas para o prazo do SISU ser encerrado, quando o MEC informou que estava prorrogado o período para as inscrições para até quarta-feira, 14.

Porque? Como? Para que? O que justificou a decisão?

Ninguém sabe e ninguém viu. O ministro Milton Ribeiro só avisou estar “sensível à demanda de estudantes”.

Mas quais estudantes, Ministro?

Não basta um ano de aula remota com ENEM adiado e mais uma semana de expectativa para saber se entra ou não na vaga tão sonhada da Universidade?

O OUTRO LADO 

A falta de transparência pode estar relacionada a uma ação que a deputada Tabata Amaral (PDT anunciou junto à  Defensoria Pública da União (DPU) , tentando prorrogar o prazo de inscrições.

A deputada diz que milhares de estudantes podem ser prejudicados,  alegando  que recebeu várias denúncias nos últimos dias sobre a mudança de metodologia no sistema de inscrição do SISU.

Vários estudantes alegam estarem sendo prejudicados por conta da classificação ‘em duplicidade’, que provoca um aumento artificial das notas de corte em simulação, o que pode estar desestimulando diversos alunos a tentarem cursos para os quais na verdade estariam aptos a ingressar”, disse  a deputada em ofício à DPU.

Tabata também enviou ofício a Milton Ribeiro (Educação) pedindo a dilação do prazo.

Deixe um comentário