2013021830747

Parece insensibilidade falar em sucessão, quando a morte é tão recente. E é.

Mas assim funcionam  as disputas da Academia Brasileira de Letras. Nas estaduais não há diferença.

Hoje o jornalista Ancelmo Gois do Globo já traz pré-candidatos à cadeira do potiguar Murilo Melo Filho.

Por causa da Covid-19, é quase certo que a Academia Brasileira de Letras, a ABL, só volte a funcionar ano que vem.
Portanto, a substituição dos acadêmicos Affonso Arinos e Murilo Melo Filho, deve demorar. Mas Fernanda Montenegro, se quiser, tem vaga garantida.
Haroldo Costa, Paulo César Pinheiro e até Gilberto Gil podem ficar com a outra cadeira.

Deixe um comentário