BDF577B8-B8B0-4A2F-877E-DC8390A36A40

Fonte: Cassidy Morrison, para o Washington Examiner, em 21 de setembro

Aumentos nos novos casos de COVID-19 e hospitalizações em estados do sudeste central, como West Virginia e Kentucky, são considerados sinais de que a pandemia está se extinguindo e se encaminhando para a endemicidade nos Estados Unidos..

À medida que mais pessoas ganham imunidade ao coronavírus, por vacinação ou infecção, o vírus tem menos oportunidades de se espalhar e sofrer mutações em variantes que são mais capazes  de infectar as  pessoas.

O rebaixamento da pandemia ao nível endêmico no qual o vírus circula globalmente em níveis administráveis está provavelmente próximo, dizem os especialistas em doenças infecciosas, mas a variante delta ainda está atingindo estados como West Virginia e Kentucky, onde a imunogenicidade é baixa.

“O Delta acelera a abordagem da endemicidade”, disse a Dra. Monica Gandhi, especialista em doenças infecciosas da Universidade da Califórnia, em San Francisco.

A variante delta “deixa imunidade em seu rastro”, disse Gandhi.  “Então você obtém toda essa imunidade, e reduz o vírus a um nível de baixa circulação”.

Em contraste, novos casos diários de COVID-19 relatados em West Virginia e Kentucky aumentaram 20% e 36% nas últimas duas semanas, respectivamente.

Eles têm o segundo e o terceiro maior número de casos per capita nos Estados Unidos, superados apenas pelo Alasca.

Eles também lideram os EUA em hospitalizações devido à doença, indicando que muito poucas pessoas nesses estados receberam as vacinas que se mostraram altamente eficazes na proteção contra infecções graves.

O governador da Virgínia Ocidental, Jim Justice, alertou as pessoas na semana passada que “vamos empilhar os sacos de cadáveres até chegarmos a um ponto no qual teremos um número suficiente de pessoas com imunidades naturais e pessoas suficientes vacinadas”.

A vacinação diária no estado estabilizou, apesar dos incentivos para receber as vacinas, como um título de capitalização de 100 dólares e doação de armas de fogo.

Até o momento, apenas cerca de 40% dos virginianos ocidentais foram totalmente vacinados, o menor índice do país.

Em Kentucky, pouco mais da metade da população foi totalmente vacinada.  As vacinações ainda estão subindo, embora lentamente, e as novas infecções estão ultrapassando os esforços das autoridades estaduais para levar as vacinas para todos.

Chegar a esse nível significa que muito mais pessoas ficarão expostas ao vírus, desde que os resistentes à vacina permaneçam firmes.

“O aumento atual provavelmente atingiu o pico nos Estados Unidos, mas pode ser uma rampa de saída muito lenta”, disse o Dr. David Dowdy, professor de epidedemiologis da Escola de Saúde Publica  Johns Hopkins Bloomberg.

TL Comenta:

Negacionistas à parte, no Brasil o movimento antivaxx não prosperou, como resiste nos Estados Unidos, em grotões.

Mesmo os que  duvidavam da eficácia das vacinas, ao se aproximarem dos primeiros lugares na fila, não se recusaram a chegar com os braços para as seringas.

Todos têm recebidos as doses, com uma única notável exceção.

Ele não.

Comentários do Site

Deixe um comentário