Do Correio

Uma repórter da TV Globo foi feita refém por um homem que invadiu a sede do jornalismo da emissora no bairro do Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (10/6).

Profissionais que trabalham no local confirmaram a informação ao Correio. Segundo eles, o homem pedia para falar com a jornalista Renata Vasconcellos, apresentadora do Jornal Nacional. O clima na redação foi de terror.

Ainda conforme as testemunhas, a repórter feita refém é Marina Araújo, filha dos também jornalistas Paulo Cesar Araújo, que foi da TV Globo e do Jornal do Brasil, e Graça Monteiro, que também trabalhou no Jornal do Brasil.

A reportagem teve acesso a um vídeo que circula em grupos de funcionários da emissora no WhatsApp e mostra a repórter em poder do suspeito:

Deixe um comentário