F368877D-F5D7-48F2-8EAF-FC1427A308C3
Um novo estudo publicado em 5 de agosto de 2021 nos Annals of Medicine and Surgery demonstra que os níveis de vitamina D se correlacionam fortemente com a gravidade e capacidade de sobrevivência na COVID-19.

Os pesquisadores analisaram várias comorbidades além do status de vitamina D e descobriram que “entre todas as variáveis, idade, diabetes, hipertensão e gravidade clínica estavam associados ao pior resultado”.

Com os níveis de vitamina D, os resultados foram tão atraentes que os autores do estudo os chamaram de “estatisticamente significativos”, acrescentando: “O status da vitamina D parece estar fortemente associado à gravidade clínica do COVID-19.  Após a confirmação de COVID-19, o nível de vitamina D deve ser medido em todos os pacientes e a terapia curativa e preventiva deve ser iniciada. ”

Fonte: Anais de Medicina e Cirurgia.

TL Comenta:

A inclusão da Vitamina D no arsenal dos médicos que defendem a intervenção precoce no enfrentamento da Covid-19, colocou sua importante ação nos mecanismos de fortalecimento do sistema imunológico sob suspeita.

Comprovada como essencial para a manutenção dos ossos e prevenção de fraturas na fragilidade óssea, a Vitamina D reduz os riscos de desenvolvimento de diabetes, tem reconhecido seu papel relevante na pandemia

Os trabalhos que associam níveis deVitamina D  à gravidade das infecções, já podem incluí-la entre as medidas preventivas eficazes, lembrando que superdosagens provocam sérios efeitos adversos, devendo ser usada sob prescrição médica.

Comentários do Site

Deixe um comentário