Brasil pode produzir vinhos com bom componente bioativo e alta atividade antioxidante

24 de abril de 2017 por Elmano Marques

A VALE

Uma pesquisa científica realizada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco-FACEPE , do Brasil, concluiu  que é possível obter vinhos com bom componente bioativo e uma alta atividade antioxidante em climas tropicais, como a região do Vale do São Francisco (SFV), localizada no nordeste do Brasil.
Os dados deste estudo se destinam a contribuir para uma melhor compreensão do verdadeiro potencial da produção de vinho no Brasil e em outras regiões do mundo com clima semelhante, como a Tailândia, Venezuela e Índia, que atualmente não têm presença significativa neste indústria, mas que poderiam entrar no mercado.
O objetivo deste estudo foi investigar a composição fenólica e atividade antioxidante de vinhos tintos comerciais produzidos a partir de uvas de Vitis vinifera na SFV, uma região tropical no nordeste do Brasil..O artigo (Phenolic compounds profile and antioxidant activity of commercial tropical red wines (Vitis vinifera L.) from São Francisco Valley, Brazil) foi publicado no Journal of Food Biochemistry

Taurasi Riserva Vigna Cinque Querce 2001

24 de abril de 2017 por Elmano Marques

TAURASIi.DEF pg

País: Itália

Região: Campania

Castas: Aglianico (100%)

No visual: Cor vermelho rubi intenso, com reflexos granada, límpido, brilhante. Lágrimas bem elaboradas.

No olfativo: Panorama olfativo marcado por notas frutadas (ameixas, cerejas), florais (violetas), especiarias e tostados.

No gustativo: Bom corpo e estrutura. No palato, boa acidez, taninos aveludados. finos e suaves, sabores de frutas maduras integradas a café torrado e cacau. Boa persistência. Final harmônico e elegante.

Enogastronomia: Ideal para harmonizar com pratos ricos em aromas e sabores,  guisados, caça e queijos duros

Sem importador no Brasil

Harmonização Vinho e Comida – Spaghetini com camarões e tomate harmoniza com quais vinhos ?

23 de abril de 2017 por Elmano Marques

SPAGHETINI DEF

Os vinhos ideais para harmonização são os Chardonnay, sem passagem em carvalho.

Vinho e Música – Every Time We Say Goodbye por Rod Stewart

23 de abril de 2017 por Elmano Marques

A canção Every Time We Say Goodby interpretada por Rod Stewart pede para harmonizar um tinto de Pinot Noir da Nova Zelância.

Cozinhando com Vinho – Filé de tilápia em crosta de azeitonas secas, julienne de pupunha e emulsão de frutas cítricas

23 de abril de 2017 por Elmano Marques

FILÉ DE TILÁPIA DEF

Ingredientes:

800 gramas de tilápia, em filés

300 gramas de azeitonas azapz (pretas)

8 ervilhas-tortas, frescas

80 gramas de farinha de rosca

300 gramas de palmito pupunha

2 laranjas

2 limões sicilianos

1 lima da Pérsia

1 grapefruit (ou toranja)

Azeite de oliva a gosto

sal a gosto

pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

Retirar os caroços das azeitonas e levalá-as ao forno a 160ºC por uma hora para desidratar.Deixar esfriar e passar no processador, acrescentar a farinha de rosca e reservar. Retirar o suco das frutas cítricas e levar ao fogo para reduzir a ⅓ do volume inicial. Colocar no mixer e adicionar azeite na medida de duas vezes a quantidade que sobrar de suco de frutas. Cortar o palmito pupunha em tiras e levar ao fogo para cozinhar. Deixar 5 minutos após abrir fervura, escorrer, refogar com azeite e temperar com sal e pimenta do reino. Reservar.

Ferver rapidamente a ervilha torta e reservar.

Temperar os filés de tilápia com sal e pimenta do reino. Colocar a farinha de azeitona por cima do peixe fazendo uma crosta e regar um fio de azeite. Levar ao forno já pré-aquecido à 180ºC por 15 minutos.

Fonte: Mde Mulher *Receita do chef Daniel Valay, do bistrô La Palette

Harmonização Vinho e Comida – Filé de Atum à Niçoise harmoniza com quais vinhos ?

22 de abril de 2017 por Elmano Marques

ATUM .DEF jpg

Os vinhos ideais para harmonização são os rosés franceses feitos das uvas Carignane, Cinsaut, Grenache e Mourvèdre.

Vinho e Música – Baby I’m A Fool por Melody Gardot

22 de abril de 2017 por Elmano Marques

A canção Baby I’m A Fool pede para harmonizar um Cape blend sul-africano para harmonizar.

Cozinhando com Vinho – Saint-Peter com ervas e tomate-cereja

22 de abril de 2017 por Elmano Marques

A TILÁPIA DEF

Ingrediientes:

4 filés de Sain Peter (ou Tilápia)

5 colheres (sopa) de azeite de oliva extravirgem

1 xícara (café) de vinho branco

200 gramas de tomate cereja cortados em 4 partes

4 colheres (sopa) de azeitona preta

2 colheres (sopa) de alcaparra sem sal

1 unidade de limão cortado em rodelas finas

sal a gosto

pimenta do reino a gosto

manjericão fresco a gosto

orégano a gosto

Endro (ou dill) fresco a gosto

Modo de preparo:

Temperar os filés com o sal, a pimenta e metade do azeite. Deixar marinar por cerca de meia hora. Em uma frigideira antiaderente, aquecer o restante do azeite e dourar os filés dos dois lados. Acertar o sal e flambar com o vinho branco. Em um recipiente à parte, misturar o tomate, a azeitona, a alcaparra e as ervas.Colocar sobre o peixe, espalhar o limão e levar ao forno médio por 10 minutos.

Fonte: MdeMulher

Um guia espanhol está entre os 10 melhores livros de vinho do mundo

22 de abril de 2017 por Elmano Marques

A GUIA DOIS DOIS

O Guia de Vinhos, Licores e Bodegas de Galicia, do escritoe  e consultor de vinhos Luis Paadín acaba de ser reconhecida como um dos 10 Melhores Livros de Vinho do Mundo, segundo o  Júri Internacional do Prêmio Livro Gourmand.O Guia de Vinhos, Licores e Bodegas de Galicia de Luís Paadín é o único livro em espanhol que recebeu este prêmio  este ano, dentre a maioria de livros franceses.

Eis os 10 Melhores Livros de Vinho do Mundo

1 – França: Entre les Vignes, Guillaume Laroche, Frederic Henry, Harry Annoni (Reverse)

2- França: Le Roman du Cinq Majeur, Jean-Claude Bonnaud (Anovi)

2 – França: Cent petites gorgées de vin, Jean-Robert Pitte (Tallandier)

4 – França: Le Cognac em Littérature, Catherine Lucas CHAIGNAUD, Marie-France Guillen (Ágata)

5 – Itália: Milano è La Vigna di Leonardo, Luca Maroni (Sens)

6 – Singapura: Saki, Elliott Faber, Hayato Hishinuma (Gatehouse)

7 – Espanha: Galicia Wine Guide 2017, Luis Paadín (Servino)

8 – Suécia: Kreatif ölbryggning, Peter M. Eronsson, Simon Svensson (Grenadine)

9 – UK: The Wine Expert 24 horas, Jancis Robinson (PRH)

10 – EUA: Chianti, Bill Nesto MW, Frances di Savino (Universidade da Califórnia)

 

 

China, Itália e EUA impulsionaram o consumo de vinho em 2016

22 de abril de 2017 por Elmano Marques

A CHINA.DEF jpg

China, Itália e EUA impulsionaram o consumo de vinho em 2016, segundo o Relatório Anua da OIV.Os maiores aumentos no consumo de vinho ocorreram na China (+ 6,9%), Itália (+ 5,3%) e os EUA (+ 2,5%). As maiores quedas no consumo de vinho ocorreram na Hungria (-12,7%), Brasil (-12%) e uma queda surpreendente de -8.3% do consumo na Argentina. No que se refere consumo, foram observadas as maiores taxas de progressão na China (6,9% para 17,3 milhões), Itália (de 5,3% para 22,5 milhões) e os EUA (2,5% com 31, 8.000.000). Se a avaliação é por consumo per capita a classificação varia significativamente. Portugal ocupa o topo da lista (54 litros por pessoa por ano), França (51,8), Itália (41,5), Suécia (41), Suíça (40,3), Bélgica (31,6), Argentina (31, 6), Alemanha (29,3) e Austrália (27).A Espanha aparece apenas em oitavo lugar com 25,4 litros per capita, seguido de perto por dois países onde a videira não é cultivada: Países Baixos (24,5 litros) e Reino Unido (24).