Harmonização Vinho e Comida – Mexilhões ao molho de creme harmonizam com quais vinhos?

18 de janeiro de 2017 por Elmano Marques

MEXILHÕES AO MOLHO DE BLUE CHEESE DEF

Os vinhos ideais para harmonização são brncos secos italianos como os Verdicchio, os Vernaccia di San Gimignano ou os franceses Muscadet ou Picpoul de Pinet.

 

 

Vinho e Música – Home por Julia Joseph

18 de janeiro de 2017 por Elmano Marques

A canção Home interpretada por Julia Joseph pede para harmonizar um tinto californiano, de Zinfandel, naturalmente.

Arte e Vinho – The Glass Wine, de Vermeer

18 de janeiro de 2017 por Elmano Marques

A TAÇA DEF

No quadro Glass Wine,  de Vermeer,  um cavalheiro, elegantemente vestido está assistindo uma mulher terminar um copo de vinho. Ele tem sua mão em um jarro, e parece estar esperando para encher o copo. Vermeer tomou o motivo tradicional de `vinho, mulheres e música ‘, e, provavelmente influenciado por uma imagem de Gerard ter Borch, transformou-a em uma distinta conversa. Na sua obra Vermeer não dá qualquer indicação explícita da natureza do relacionamento do casal. É incerto se o consumo de álcool vai levar a excessos. Vermeer simplesmente fornece dicas. O chitarrone (instrumento de cordas criado em Roma) na cadeira, um elemento que ocorre freqüentemente em seus quadros, simboliza tanto a harmonia como a frivolidade. O painel de janela com o brasão de armas também mostra uma mulher segurando um freio, um atributo da Temperantia (moderação). Vermeer lida com a luz que entrava pela janela e sua interação com as pessoas e objetos de uma maneira magistral. Em suas pinturas posteriores, em especial, Vermeer usou a “câmara escura”, que abriu completamente novas oportunidades de expressão e design para artistas, a fim de capturar o efeito de luz e cores de forma mais eficaz.

Criador: Jan Vermeer van Delft

Dados: Pintura datada por  volta de 1661

Dimensões físicas: w79.6 x h68.0 cm

Estilo: Holandês

Procedência: Gemäldegalerie, Staatliche Museen zu Berlin

Fonte: Google Arts & Culture

Os 20 Melhores Vinhos Argentinos, segundo Robert Parker

18 de janeiro de 2017 por Elmano Marques

GRAN ENEMIGO DEF

A “Edição 228, Argentina: The Sky is the limit (o céu é o limite) sobre os melhores vinhos argentinos de 2016, do crítico de vinhos  Robert Parker (RobertParker.com) elegeu  o Aleanna Gran Enemigo Gualtallary Single Vineyard 2012 como o mais pontuado de Argentina. A “Edição 228, Argentina: The Sky is the limite (o céu é o limite)” é assinada por Luis Gutierrez, o provador espanhol que analisa os vinhos argentinos, trabalhando para Robert Parker Wine e é um dos oito especialistas que escreve para a revista, o Wine Advocate, considerada a mais influente do mercado do vinho, no mundo.
O vinho é  criação do enólogo Alejandro Vigil (também gerente da o Catena Zapata, em parceria com Adrianna Catena, um dos herdeiros do império Catena Zapata, na própria adega Aleanna própria adega no Valle de Uco.

.

1) Aleanna Gran Enemigo Gualtallary Single Vineyard 2012 (Tinto) 98+pontos

2) Per Se La Craie 2014 (Tinto) 98 pontos

3) Catena Zapata Adrianna Vineyard River Stones (Tinto) 2013 – 98 pontos

4) Chacra Treinta y Dos (Tinto) 2015 – 97 pontos

5) Familia Zuccardi Finca Piedra Infinita (Tinto) 2014 – 97 pontos

6) Bodega Colome Altura Máxima Malbec (Tinto) 2013 – 97 pontos

7) Catena Zapata Adrianna Vineyard Mundus Bacillus Terrae (Tinto) 2013 – 97 pontos

8) Catena Zapata White Bones Chardonnay (Blanco) 2013 – 97 pontos

9) Achaval Ferrer Malbec Finca Altamira (Tinto) 2014 – 96+ pontos

10) Noemía de Patagonia Noemía (Tinto) 2014 – 96 pontos

11) Per Se Iubileus (Tinto) 2014 96 pontos

12) Per Se Volare del Camino (Tinto) 2014 96 pontos

13) Vivo o Muerto El Cerro Gualtallary (Tinto) 2014  96 pontos

14) Catena Zapata Adrianna Vineyard Fortuna Terrae (Tinto) 2013  96 pontos

15) Catena Zapata Malbec Catena Zapata Nicasia Vineyard (Tinto) 2013 96 pontos

16) Catena Zapata Nicolás Catena Zapata (Tinto) 2013 96 pontos

17) Cheval des Andes (Tinto) 2013 96 pontos

18) Aleanna Gran Enemigo El Cepillo Single Vineyard (Tinto) 2012 96 pontos

19) Aleanna El Gran Enemigo (Tinto) 2012 95+ pontos

20) Chacra Cincuenta y Cinco (Tinto) 2015 95 pontos

 

Os 8 Vinhos Brancos Excepcionais, melhor pontuados, do Guía Peñin de los Viños de España 2017

18 de janeiro de 2017 por Elmano Marques

PAZO ANADA DEF -2008

Dos mais de 11.500 vinhos degustados pela equipe de provadores do Guía Peñin, um seleto grupo de rótulos por sua alta pontuação entram em um segmento extremamente diferenciado dos chamados Vinhos Excepcionais do Guía Peñin. Na realidade, tratam-se de vinhos que alcançaram acima de 95 pontos, que se aproximam da perfeição sensorial e se convertem em referencias para anantes de vinhos, de todo o mundo. Eis os 8 Vinhos Brancos Excepcionais, que obtiveram entre 96 e 98 pontos (somente 2), do  Guía Peñin 2017.

1 – Pazo Señorans Selectión de Anada 2008 – 98 pontos (DO Rias Bajas)

2 – Sorte O Soro 2014  – 98 pontos (DO Valdeorras)

3 – Trossos Tros Blanc Magnum 2008 – 97 pontos (DO Monsant)

4 – Arlyanas Terruño Pizarosos 2008 – 96 pontos (DO Málaga & Sierra de Málaga)

5 – La Val Crianza sobre Lies 2010 – 96 pontos (DO Rias Bajas)

6 – Lapena 2012– 96 pontos (DO Ribera Sacra)

7 – Mártires 2014– 96 pontos (DO Rioja)

8 – Molino Realr 2013– 96 pontos (DO Málaga & Sierra de Málaga)

Harmonização Vinho e Comida – Codorna assada acompanhada por repolho e passas harmoniza com quais vinhos?

17 de janeiro de 2017 por Elmano Marques

CODORNA ASSADA DEF

Os vinhos ideais para harmonização são os tintos de Pinot Noir, preferencialmente da Borgonha; se a opção for por vinhos do Novo Mundo, os titnos de Pinot Noir do Chile, podem ser uma boa escolha.

Vinho e Música – Bird por Billie Marten

17 de janeiro de 2017 por Elmano Marques

A canção Bird interpretada por Billie Marten, pede para harmonizar um Bordeaux, com presença maior de Merlot, como os tintos do Pomerol.

Donos do Château Pontet-Canet revelam o nome do seu vinho em Napa: Pym- Rae

17 de janeiro de 2017 por Elmano Marques

CANNET DEF pg

Pym-Rae é o nome dado pelo proprietário anterior, o falecido ator Robin Williams à  parte do vinhedo da propriedade Villa Sorriso, recentemente adquirida pela família Tesseron de Château Pontet-Canet, de Bordeaux. O ator plantou a vinha na propriedade há  mais de 26 anos atrás, e escolheu o nome, combinando os dois nomes do meio de seus dois primeiros filhos. Os Tesserons revelaram que, de acordo com a tradição de não mudar o nome original (de nossas propriedades), temos o prazer de anunciar que nosso vinho em Napa,  será, portanto, chamado Pym- Rae.

Fonte: Decanter News

Tokaj simplifica classificação e dá adeus aos puttonyos

17 de janeiro de 2017 por Elmano Marques

ASZU PUTTONYOS DEF

O famoso vinho doce da região húngara Tokaj tornou mais fácil a vida dos seus consumidores, eliminando a indicação de “puttonyos”. A sua classificação era complexa, sendo feita por quantidade de “puttonyos” e por nomenclatura. Por exemplo, o mais doce de todos é o Tokaji Eszencia com um mínimo de 450 gramas de açúcar por litro e grau alcoólico que pode ir de 1,2% até 8% (tradicionalmente servido numa colher especial húngara). Já o segundo mais doce chama-se Tokaji Aszú, que hoje tem de ter, pelo menos, 120 gramas de açúcar por litro e 9% de álcool, mas que até agora também era classificado numa escala de 3 a 6 “puttonyos”, em que 3 era o menos doce e 6 o mais doce, algo que acabou. As restantes categorias, Szamorodni, Forditás e Máslás, mantêm-se. Os vinhos de Tokaj mais reconhecidos são os feitos com uvas afetadas pelo fungo Botrytis Cinerea, a chamada “podridão nobre”. No entanto, estas últimas três categorias também produzem Tokaji seco.

Fonte: Revista de Vinhos

Os 29 Vinhos Tintos Excepcionais melhor pontuados do Guía Peñin de los Viños de España 2017

17 de janeiro de 2017 por Elmano Marques

ÁGUILA DEF jpg

Dos mais de 11.500 vinhos degustados pela equipe de provadores do Guía Peñin, um seleto grupo de rótulos por sua alta pontuação entram em um segmento extremamente diferenciado dos chamados Vinhos Excepcionais do Guía Peñin. Na realidade, tratam-se de vinhos que alcançaram acima de 95 pontos, que se aproximam da perfeição sensorial e se convertem em referencias para anantes de vinhos, de todo o mundo. Eis os 29 Vinhos Tintos Excepcionais, que obtiveram entre 98 (somente 3) e 96 pontos, do do Guía Peñin 2017.

1 – Dominio del Águila Reserva 2012 – 98 pontos (DO Ribera Del Duero)

2 –La Rioja Alta Gran Reserva 800 2004  – 98 pontos (DO Rioja)

3 – Pingus   2014 – 98 pontos (DO Ribera Del Duero)

4 – Alabaster 2013 – 97 pontos (DO Toro)

5 – Aetadi Viña El Pison 2014 – 97 pontos (Viños de Mesa)

6 – Carril Del Rey 2014 – 97 pontos (DO Viños de Madrid)

7 – Clos Mogador 2012– 97 pontos (DO Priorat)

8 – Contador 2014– 97 pontos (DO Rioja)

9 – Dominio do Bibel 2014 – 97 pontos (DO Ribera Sacra)

10 – L’Ermita 2014 – 97 pontos (DO Priorat)

11– Veja Sicilia Reserva Especial 2003/2004/ 2006 – 97 pontos (DO Ribera Del Duero)

12 – 1902 Cenetenary Carignan 2012 – 96 pontos (DO Priorat)

13 – Amancio 2012 – 96 pontos (DO Rioja)

14 – Aquillón 2013 – 96 pontos (DO Campo de Borja)

15 – Artadi El Carretil 2014 – 96 pontos (Viños de Mesa)

16 – Artadi Valdeginés 2014 – 96 pontos (Viños de Mesa)

17 – Cantos Del Diablo  2013 – 96 pontos (DO Méntrida)

18 – Cirsion 2011 – 96 pontos (DO Rioja)

19 – Domaines Lupier La Dama 2013 – 96 pontos (DO Navarra)

20 – Dominio de Ataulta Valdegalilles  2010 – 96 pontos (DO Priorat)

21 – Espectacle 2013 – 96 pontos (DO Monsant)

22 – Flor de Pingus 2014 – 96 pontos (DO Ribera Del Duero)

23 – La Creu Alta 2013 – 96 pontos (DO Priorat)

24 – La Nieta 2013 – 96 pontos (DO Rioja)

25 – Les Manyes 2013– 96 pontos (DO Priorat)

26 – Pago de Carroevejas  El Anejón 2012 – 96 pontos (DO Ribera Del Duero)

27 – San Vicente 2012 – 96 pontos (DO Rioja)

28 – Valbuena 5ª 2012 – 96 pontos (DO Riberad  del Duero)

29 – Victorino 2013 – 96 pontos (DO Toro)