Vinexpo Bordeaux 2019 e a preocupante mudança climática

14 de maio de 2019 por Elmano Marques

Comentários 0

VINEXPO DEF

Milhares de pessoas ligadas ao mundo do vinho estão em Bordeaux para a Vinexpo 2019, que começou ontem 13 e se prolonga até o dia 16 de maio próximos. Um dos principais eventos desse ano, segundo a revista Wine Spectator, será o simpósio “Act for Change”, que vai discutir os problemas, cada vez mais sérios enfrentados pelos enólogos com as mudanças climáticas, que afetam a fisiologia da videira e, consequentemente, a qualidade dos vinhos. O assunto é tão importante que em março desse ano centenas de representantes da indústria do vinho participaram de uma conferência sobre mudança climática na cidade do Porto – uma continuação do Protocolo do Porto, lançado com o ex-presidente dos EUA, Barack Obama, no ano passado. De acordo com a cobertura feita pela revista Decanter, no discurso de encerramento da conferência, o ex-vice-presidente e ganhador do Prêmio Nobel dos EUA, Al Gore, enfatizou a “emergência global” causada pelas mudanças climáticas nos recursos do planeta – da água, solo e florestas à biodiversidade e à integridade de nossos oceanos. A energia aprisionada na atmosfera pelo aquecimento global provocado pelo homem, segundo ele, equivale a explodir 500.000 bombas atômicas de Hiroshima por dia, 365 dias por ano, e a humanidade está tratando a atmosfera do planeta como um “esgoto a céu aberto”. Al Gore também lembrou eventos climáticos extremos em todo o mundo nos últimos anos, incluindo incêndios florestais em Portugal e na Califórnia, e comparou a notícia no início do século 21 a “algo fora do Livro do Apocalipse”. De certa forma, a indústria do vinho está atenta a programas e estudos que combinam agronomia, economia, genética, sociologia e enologia para encontrar soluções criativas para esses desafios ambientais e isso será tratado nesse Simpósio da Vinexpo, em Bordeaux.

Por: Marcos Adair

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.