Cinco dietas populares que permitem beber vinho – 5. Dieta cetogênica.

7 de junho de 2019 por Elmano Marques

Comentários 0

DC DEF

A dieta cetogênica ou “lowcarb” é mais uma dieta que se tornou muito popular nos últimos tempos, porque consegue fazer seus adeptos perderem muito peso em pouco tempo. A estratégia presente na dieta é um rearranjo alternativo entre os macronutrientes que devem compor a alimentação, de forma que a grande fonte de energia passa a ser as gorduras. As proteínas permanecem sendo consumidas em quantidades adequadas, mas a grande diferença está no consumo de carboidratos em quantidades mínimas. Sem carboidratos, o corpo é praticamente forçado a quebrar a gordura que vem dos alimentos e também a que já está acumulada no corpo (devido aos excessos de carboidratos na alimentação) e esse processo todo acaba levando a perder peso.Entretanto, os especialistas em dieta estão muito divididos quanto à sua eficácia, e a decisão de colocar o seu corpo no estado metabólico de cetose traz alguns riscos para a saúde, razão pela qual é preciso cuidado redobrado em consultar um médico ou um nutricionista de confiança. A dieta “lowcarb” permite usufruir de uma taça de vinho sem problemas. O orçamento estrito de carboidratos pode fazer com que se faça alguma matemática mental para ver quanto você pode “pagar” para beber. Uma taça de 150 ml de branco seco ou tinto contém cerca de 3 a 4 gramas de carboidratos, tornando-se uma opção melhor do que a maioria das cervejas, e uma escolha muito melhor do que bebidas mistas, como rum e cola, que ter mais de 20 gramas de carboidratos por 150 ml. Só é preciso cuidado com vinho de sobremesa, pois 90 ml possui cerca de 12 gramas de carboidratos.

 Por: Marcoas Adair

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.