Rússia: a proibição do vinho da Geórgia abre a porta para o crescimento das exportações italianas

10 de julho de 2019 por Elmano Marques

Comentários 0

A RUSSIA

Após a crise de 2008, as relações entre a Rússia e a Geórgia estão novamente tensas, e uma das primeiras disposições da Duma, o Parlamento de Moscou, pode ser a proibição das importações de vinho georgiano, que nos últimos anos começaram se tornar, em termos quantitativos, o terceiro fornecedor de vinhos tranquilos, com uma participação de 16,26%, logo atrás da Espanha e da Itália. E a Itália, que já possui uma posição de liderança em valor, com quase 49 milhões de euros de vinho  exportado no primeiro trimestre de 2019, totalizando uma participação de 25%, poderá se beneficiar de tal proibição O vinho, afinal de contas, é um dos poucos produtos fora da lista negra que, desde 2014, baniu uma grande parte da indústria alimentar europeia, como resposta ao embargo europeu decidido após a anexação da Crimeia pela Ucrânia.

 

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.