De A a Z: termos para falar sobre o sabor do vinho (III)

15 de julho de 2019 por Elmano Marques

Comentários 0

A DRINKING DEF

É muito comum ao se degustar  um vinho fascinante ao paladar, quando é hora de dizer o que se sente, usualmente quase faltam palavras para descreve-lo.
São tantas as sensações, tantos estímulos ao paladar, mas faltam as palavras precisas para descrever o que efetivamente se sente.
Este artigo, escrito por Mariana Gil Juncal (sommelier e autora do livro El Vino uma pasión para todos),será um guia para ter em mãos e ajudar a encontrar as palavras certas para falar sobre o sabor do vinho! Ei-los:

Entrada: primeira sensação que percebemos na língua quando o vinho entra na boca.

Equilibrado: vinho com harmonia em seus componentes gustativos, visuais e olfativos.

Espesso: vinho áspero e forte, com muito corpo e densidade.

Estruturado: vinho com corpo, boa acidez e saboroso, com potência e equilibrado.

Expressivo: vinho que mostra claramente seus sabores.

Exuberante: vinho de alta qualidade que preenche as sensações olfativas, táteis e sápidas.

Fim da boca: a última sensação que pode ser apreciada na boca ao provar um vinho.

Franco: termo usado na fase olfativa e gustativa para definir o vinho que repete notas de prova em aroma e sabor.

Fresco: vinho vivaz, com um certo sabor de fruta e flores e com a acidez adequada ao seu tipo, que produz uma sensação de frescura na boca.

Fruta: vinho delicado que lembra aromas diferentes de plantas, o aroma da uva com que foi feito ou de outras frutas.

Forte: vinho com caracteres de corpo e álcool muito fortes e marcados.

 

Fonte: Mariana Gil Juncal

 

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.