Mudança climática modificará o sabor do vinho (II)

9 de outubro de 2019 por Elmano Marques

Comentários 0

A MUDANÇA DOIS DEF

Vamos beber um vinho diferente

A bióloga Elizabeth Wolkovich, da Universidade da Colúmbia Britânica, afirma que “os registros das datas de colheita são os registros de enologia maiores e mais confiavéis da Europa”, uma vez que “temos centenas de anos de registros de como a temperatura estava quando da colheita e podemos usá-los como termômetro ». Assim, as datas em que as colheitas foram realizadas indicam a temperatura ambiente de abril até a data da colheita – se a primavera e o verão estiverem quentes, as uvas deverão ser colhidas antes e, se estiverem frias, posteriormente. De qualquer forma, esses registros são uma ferramenta muito útil para os historiadores do clima. De fato, o momento em que as uvas são colhidas é crucial para determinar como será o vinho resultante. Se as uvas passarem muito tempo na vinha, elas acumularão muito açúcar e o vinho será mais alcoólico. Por outro lado, se for insuficiente, as uvas não terão tempo para desenvolver o equilíbrio adequado de substâncias químicas que lhe conferem um sabor característico. No estudo, os pesquisadores observam que as temperaturas dos últimos séculos vêm oscilando e passando do frio ao quente em breves seções. Em suma, que o clima oscilava de maneira bastante coerente, ocorrendo de tempos em tempos em episódios quentes e, de maneira esporádica, de calor extremo, como o de 1540. O aumento de temperaturas que vem ocorrendo há décadas e que Isso aumentará no futuro e fará com que as datas da colheita sejam mais avançadas nos próximos anos, de acordo com especialistas. “Podemos dizer que em 2050, em muitas regiões vinícolas francesas, a colheita ocorrerá por volta de 15 de agosto, no meio do verão”, diz Jean-Marc Touzard, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisa Agronômica da França. E o vinho do futuro quase certamente será muito diferente do que gostamos tanto de provar hoje.

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.