O que é um “Cru Artisan”?

18 de outubro de 2019 por Elmano Marques

Comentários 0

ARTISANS DEF

Em Bordeaux, existem 5 classificações importantes de produtores de vinho: Grand Cru Classés do Médoc de 1855, Grand Cru Classés de Sauternes e Barsac, Grand Cru Classés de Saint-Emilion, Cru Borgeois do Médoc e Cru Artisans do Médoc. O termo “Cru Artisans” existe oficialmente há mais de 150 anos e fazia referência a pequenas vinícolas que costumavam pertencer a artesãos, como tanoeiros, manejadores de rodas e ferreiros. Essa classificação ganhou vida nova em 1989, com a fundação do “Syndicat des Crus Artisans du Médoc” e o conceito de que seria formado por “propriedades autônomas de pequeno e médio porte nas quais o proprietário está envolvido ativamente nas operações de sua vinha, produz vinhos AOC e vende a produção que é engarrafada no château”. Por fim, conforme informa a revista Decanter, em maio de 2018, a classificação foi oficialmente relançada para ser usada por um agrupamento de pequenas propriedades do Médoc, de gerência familiar, nas quais o proprietário tinha de acompanhar de perto todas as etapas da produção do vinho, da vinha à adega. A superfície máxima das propriedades, que antes era de até 5 hectares, em 2018 passou a ser de 10 hectares, em média, não existindo tamanho mínimo ou máximo definido. A entrada da vinícola para o grupo de Cru Artisan também dependeria de uma visita do sindicato à propriedade (40% da nota) e uma prova cega do seu vinho (60% da nota) por um júri de corretores, comerciantes e enólogos. A lista de Cru Artisans lançada em 2018 incluía apenas 36 propriedades, mas o ranking será refeito a cada 5 anos (portanto, em 2021 haverá compilação de nova lista). Todas essas vinícolas podem usar a menção “Cru Artisan” em seu rótulo e, diante da infinidade de vinhos produzidos em Bordeaux, é uma boa referência para garimpar bons vinhos a preços justos.

Por: Marcos Adair

 

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.