Já ouviu falar na uva Fantini?

7 de novembro de 2019 por Elmano Marques

Comentários 0

FANTINI DEF

A uva del Fantini (uva de Fantini) foi descoberta em 1965 por seu homônimo, um especialista em cavernas bolonhesas e estudioso de artefatos antigos, chamado Luigi Fantini. Segundo o site Wine-Searcher, ele tropeçou nessa videira em Pianoro, nos Apeninos Tusco-Emilianos, perto de Bolonha, e escreveu uma breve descrição para acompanhar a fotografia que tirou: “do grosso tronco [120 cm de circunferência], a vigorosa videira se ramifica ao norte e sul, com um comprimento total de cerca de 20 metros. Produz anualmente entre 500 e 600 kg de excelentes uvas negras”. Apesar do interesse de Fantini, a videira permaneceu negligenciada até 2000, quando Stefano Galli, técnico em informática e gerente da filial local de uma sociedade de proteção de aves, a redescobriu. Ele não tinha idéia de que variedade era, ou quantos anos poderia ter, sabendo apenas que os idosos das colinas a chamavam de “a videira, ou a videira grande, do século XVII”. Seguindo o conselho de um botânico local, Galli cuidou da videira, mas não conseguiu atenção das autoridades locais. Só alguns anos depois é que uma vinícola local chamada Podere Riosto se interessou por essa uva. Em 2004, eles plantaram 30 enxertos retirados da videira-mãe, nas terras de Galletti. Desde então, os plantios foram expandidos para 2.000 plantas em 0,66 hectares, produzindo cerca de 8.000 kg de uvas. Especialistas da Universidade de Bolonha ajudaram a concluir que a vinha não pertencia a nenhuma das variedades registradas da Itália e, em 9 de julho de 2012, ela alcançou o status de uva oficial italiana, podendo os produtores comercializar vinhos feitos dela a partir de então. São vinhos IGT da Emilia-Romagna, com teor baixo de álcool (11,5 a 12%), aromas intensos de flores e frutas, mas não possui grande estrutura ou capacidade de envelhecimento.

Por:Marcos Adair

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.