Bordeaux: degustações “em primeur” canceladas, o que acontece agora? (1)

22 de março de 2020 por Elmano Marques

Comentários 0

BORDEAUX EM DEF

O sol aos poucos começa a chegar a Bordeaux, em um período do ano que geralmente é movimentado, gratificante e sociável. Mas, a cidade seguiu corretamente a diretiva do Presidente Emmanuel Macron e as pessoas permanecem em suas casas, arriscando-se apenas um de cada vez para buscar suprimentos essenciais e, mesmo assim, com um documento autorizando a saída. As degustações “em primeur” foram adiadas, não só aquelas feitas em grupos de larga escala, mas também as visitas individuais aos châteaux. A escritora Jane Anson da revista inglesa Decanter está em Bordeaux e explicou que provará nas próximas semanas as verticais de vinhos que já estão com ela ou as que os châteaux possam deixar em sua casa. Esse será o ritmo das coisas. A colheita de 2019, segundo ela, parece promissora e, sem dúvida, ficará ainda melhor no final do ano, quando as propriedades poderão realizar seus eventos de provas. Esse adiamento das provas “em primeur” traz prejuízos para as propriedades, porque sempre foi a forma mais rápida de aumentar os preços dos vinhos (com as notas dos críticos), sem falar que é também um mecanismo vital de fluxo de caixa e contato com clientes e milhares de comerciantes do mundo.

Por:Marcos Adair

Faça um comentário

Comentários e pings estão fechados no momento.

Os comentários estão fechados.