Arquivos da categoria ‘Harmonização Vinho e Comida’

Harmonização Vinho e Comida – Comida junina combina com vinho?

25 de junho de 2019

COMIDA JUNINA DEF

Todo mundo sabe que as festas juninas – com exceção daquelas nas quais se tomam algumas bebidas típicas da época como vinho quente, sangria ou outros drinks – são regadas mesmo a cerveja ou cachaça. Mas dá pra imaginar comida junina com vinho? Dá sim. Alguns práticos típicos dessa época ficam ótimos ou até se valorizam mais com um bom vinho branco ou tinto, ou com um bom espumante. A primeira coisa a atentar é que boa parte das iguarias são opções doces (canjicas, pamonhas, cocadas, bolos). Toda comida doce precisa também de um vinho doce para acompanhar e o ideal com comidas de milho doce é provar um bom vinho de colheita tardia ou “late harvest”. Se a opção é por um bolo pé de moleque, então o ideal é experimentar harmonizar com um Porto Tawny e se verá que a combinação é grandiosa. Já se a preferência é por uma pamonha salgada, harmonizar com um tinto leve e frutado, que não tenha estágio em barrica de carvalho, para não ofuscar os sabores da comida. Por fim, em caso de dúvida, ou se nenhuma dessas opções agradar o paladar, há sempre uma carta na manga para todas as ocasiões: espumante. Um espumante brut vai bem com quase tudo. Experimentar comida junina com uma dessas sugestões é quebrar paradigmas e a surpresa poderá ser muito agradável.

Por: Marcos Adair

Harmonização Vinho e Comida – Risoto de frutos do mar harmoniza com quais vinhos?

24 de junho de 2019

RISOTO AI FRUTTI DI MARE DEF

Os vinhos ideais para para harmonização são os brancos franceses de Silvaner, da Alsacia.

Harmonização Vinho e Comida – Salada de atum, pasta e ervilhas harmoniza com quais vinhos?

17 de junho de 2019

tuna-pasta-salad

Os vinhos ideais para harmonização são os brancos franceses de Viognier.

Harmonização Vinho e Comida – Espaguete al nero di sepia com creme de couve-flor, açafrão e anchovas harmoniza com quais vinhos?

15 de junho de 2019

TAGLIATELLE.AO NERO DEF jpg

Os vinhos ideais para harmonização

Harmonização de vinho e comida: 2 – vinhos de alto e baixo risco

15 de junho de 2019

WINE PAIRING

Assim como existem pratos que são de alto e baixo risco na harmonização com vinho, também existem vinhos de alto e baixo risco na hora de serem escolhidos para acompanhar um prato de comida. De modo geral, os vinhos de “alto risco” na harmonização são aqueles que tem níveis de amargor e de adstringência originários da uva e de passagem por barris de carvalho muito alto, combinados com níveis altos de álcool e acidez. Inclusive, infelizmente, existem vinhos que, por causa de seu estilo particular, sua imensa complexidade ou por causa do nível de intensidade de seus elementos (taninos, álcool, residual de açúcar e acidez), praticamente não conseguem harmonizar com nenhuma comida. Mas há os vinhos de “baixo risco” na harmonização, e geralmente são aqueles vinhos mais simples, feitos sem passagem por barril de carvalho, com boa acidez e pouco açúcar residual. É muito difícil que um prato não fique agradável ao paladar com vinhos assim. Aqui cabe apropriadamente a frase “às vezes, o mais é menos”.

Por: Marcos Adair

Harmonização de vinho e comida: Quiche alemão com aspargos brancos harmoniza com quais vinhos ?

14 de junho de 2019

QUICHE DEF

Os vinhos ideais para para harmonização com este prato sãos os brancos austríacos de  Grüner Veltliner.

Harmonização de vinho e comida: 1 – Pratos de alto e baixo risco

14 de junho de 2019

ASPARAGUS DEF

Não é qualquer comida que harmoniza perfeitamente com vinho. Quando alguém escolhe um vinho para acompanhar determinado prato, de forma geral, é necessário fazer algumas recomendações prudentes quanto a determinados ingredientes. Em primeiro lugar, existem quatro tipos de pratos que são de “alto risco” na harmonização: pratos adocicados, com presença de umami, amargos e picantes. O açúcar e o umami (gosto muito presente em alguns alimentos como ovos, cogumelos e aspargos e com certa presença em carnes, peixes e queijos) aumentam a percepção de amargor, de acidez e de álcool do vinho, diminuindo o corpo e a fruta. Um prato muito amargo aumenta o amargor do vinho. E um prato muito picante aumenta o amargor do vinho, aumenta a acidez e aumenta o álcool. Por outro lado, existem dois elementos da comida que são de “baixo risco” na harmonização: sal e acidez. O sal na comida diminui a sensação amarga de um vinho e também diminui sua acidez (daí que vinho com muito tanino harmoniza com carne, mas é geralmente por causa do sal, que equilibra o umami e amacia o tanino). E a acidez da comida diminui a acidez do vinho, daí, quando ambos possuem boa acidez, são agradáveis ao paladar.

Por: Marcos Adair

Harmonização Vinho e Comida – Codorna braseada em vinho tinto harmoniza com quais vinhos?

11 de junho de 2019

CODORNA BRASEADA

Os vinhos ideais para harmonização com este prato são os tintos de Cabernet Sauvignon do Novo Mundo, particularmente os elegantes Cabernets chilenos.

Harmonização Vinho e Comida – Ceviche de atum, abacate e molho macha harmoniza com quais vinhos?

10 de junho de 2019

ATUM DEF

Os vinhos ideais para harmonização com este prato, são os brancos espanhóis de Verdejo.

Harmonização Vinho e Comida – Tagliatelle com caranguejo, ervilha e ervas harmoniza com quais vinhos?

3 de junho de 2019

TAGLIATELLE DEF

Os vinhos ideais para harmonização são os brancos espanhóis de Godello, da Galícia.