Arquivos da categoria ‘Vinho e Jazz’

Vinho e Jazz – Come Together: Barb Jungr and John McDaniel Perform The Beatles

24 de outubro de 2020

A BEATLES

Come Together:Barb Jungr and John McDaniel Perform The. Beatles – Os  Beatles talvez possam ser descritos como a banda que recebeu o maior número e os mais variados tributos ao longo dos anos. O álbum “Come Together:Barb Jungr and John McDaniel Perform The. Beatles”, no entanto, é muito mais do que isso. Nele, Barb Jungr – uma das melhores intérpretes britânicas de música popular e John McDaniel, pianista americano, trazem o passado de forma vibrante para o presente, com canções re-arranjadas dos Beatles.Com um fraseado incrível, entrega multifacetada e fisicalidade expressiva, Barb Jungr, canta e juntamente com o piano delicado de McDaniel, transforma cada faixa em uma experiência sonora totalmente inovadora. Destaques:“Eleanor Rigby”, “The Long and Winding Road”,  “The Fool on the Hill” e “In My Life”. Muito bom. Disponível no Spotify.

P.S. Ideal para escutar tendo ao lado uma taça de um bom tinto neozelandês, de Pinot Noir, naturalmente.

Vinho e Jazz – Everybody Knows por Brianna Thomas

23 de outubro de 2020

A BRIANA

A vocalista,  compositora, arranjadora e líder de banda Brianna Thomas, no álbum “Everybody Knows”, interpreta uma seleção de  canções clássicas reinventadas junto a  algumas originais, excepcionalmente, requintadas. A música ouvida no álbum celebra o que há de bom na humanidade e a performance sentimental de Brianna, líder da banda, ilustra e eleva esse sentimento. Exibindo uma voz cativante e comovente, Brianna Thomas, dá realce a canções como”Since I Fell For You”, “The More I See You”, “My Foolish Heart” e
“Mississipi Goddamn”. Destaque especial para a banda de primeira linha, The Brianna Thomas Band, um grupo que incorpora um som rico e dinâmico ao álbum. Muito bom. Disponível no Spotify.

P.S. Ideal para escutar com uma taça de Syrah do Novo Mundo, mais especificamente, um Syrah americano, do Oregon.

Vinho e Jazz – This Dream Of You por Diana Krall

22 de outubro de 2020

A DIANA DEF

This Dream Of You – No álbum, “Turn Up The Quiet” , de 2017, Diana Krall retornou às interpretações do Great American Songbook que fizeram seu nome. Agora, a vocalista canadense dá sequência, com “This Dream Of You”. um passeio intimista por standards familiares de ontem e de hoje. A voz ligeiramente rouca de Diana Krall, com sensualidade silenciosa, interpreta canções de um  jazz suave, quase nostálgico. Há, além do mais, certa dose de pungência diferente na música inicial do álbum, “But Beautiful” e sinais de melancolia e sinceridade emocional de Diana Krall, com um efeito comovente, na faixa-título do álbum, a canção de amor perdido de Bob Dylan, ‘This Dream Of You’.Destaques, também, as canções: “How  Deep is the Ocean” e” Singing in The Rain”. Muito bom.. Disponível no Spotify.

P.S. Ideal para escutar degustando um excepcional tinto de Bordeaux, um Pomerol, mais especificamente.

Vinho e Jazz – Shades of Love por Zoe Scott

21 de outubro de 2020

A ZOE DEF

 

O álbum “Shades Of Love” da vocalista inglesa, Zoe Scott, é uma viagem de descobertas, e mais do que isso, uma incursão pelo universo jazz e da bossa nova.Trabalhando com o produtor brasileiro Moogie Canazio e alguns dos melhores músicos brasileiros,  Zoe interpreta clássicos de Tom Jobim além de canções dos Beatles, Burt Bacharach, e Amy Winehouse, usando camadas de texturas sonoras delicadas, verdadeiras matrizes, para sua voz, sedutoramente, aveludada. Amparada em um time de músicos brasileiros de alto nível(Torcuato Mariano,guitarra;Paulo Calazans,teclado; Felipe Alves,bateria; André Vasconcelos, baixo e Daniel Jobim, piano), “Shades of Love” é um convite a um devaneio romântico sob a batida contagiante da bossa nova. Bom. Disponível no Spotify.

P.S. Ideal para escutar degustando uma taça de um excelente Merlot, brasileiro.

Vinho e Jazz – Looking at the Moon por Allegra Levy

20 de outubro de 2020

ALLEGRA UM DEF

Looking at the Moon – Em seu terceiro álbum, a vocalista americana Allegra Levy explora em”Looking at the Moon” um repertório de canções que remetem à lua, no título e / ou no texto(Frank Sinatra e Mel Torme já o fizeram há mais de cinquenta anos nos álbuns Moonlingt Sinatra e Swingin ‘On The Moon). E a escolha dos temas foi, naturalmente, atualizada. Ao lado de clássicos padrão como “Moonlight in Vermont” ou “Blue Moon”, Allegra apresenta canções de Neil Young (“Harvest Moon”), Nick Drake (“Pink Moon”) e Cat Stevens (“MoonShadow”). Allegra Levy prova ser uma cantora persuasiva, e neste álbum confirma seus talentos, particularmente, o gosto interpretativo e a coloquialidade romântica. .Em plena sintonia com seus músicos (Carmen Staaf: piano; Alex Goodman: guitarra; Tim Norton: baixo), Allegra oferece interpretações requintadas  em “Moon Ray” e “It’s Only A Paper Moon”.Vale a pena ouvir. Bom. Disponível no Spotify.

P.S. Ideal para ouvir degustando um tinto americano de Syrah, como os Oregon.

Vinho e Jazz – Accentuate The Positive por Steffi Denk

19 de outubro de 2020

ACCENTUATE DEF

O álbum da vocalista alemã Steffi Denk & Flexible Friend “Accentuate The Positive” é uma viagem musical às raízes da formação do jazz, do swing e da bossa nova. Steffi Denk interpreta clássicos do Great American Songbook como “Water Under Bridges” de Gregory Porter, “When Your Life Was Low” de Joe Sample e “I`ve Got You Under My Skin” de Cole Porter(como Bossa Nova), com a emoção e sensibilidade que tais obras exigem. E também, sucessos contemporâneos como “Livin´On A Prayer” de Jon Bon Jovi, “Black Hole Sun” de Chris Cornell e Meghan Trainor em “All About That Bass”. Destaque para a canção “For You, For Me, For Evermore”, que Steffi Denk interpreta o clássico de George Gershwin ao estilo da lenda do jazz Ella Fitzgerald. Bom álbum.

P.S. Ideal para ouvir degustando um tinto de Spätburgunder(Pinot Noir alemão), como os do Weingut Messmer de Pfalz e do Weingut Michel de Baden. Disponível no Spotify.

 

Vinho e Jazz – Mary Coughlan Sings Billie Holiday

16 de outubro de 2020

MARY DEF

Mary Coughlan Sings Billie Holiday – A vocalista irlandesa de jazz e blues, Mary Coughlan, lançou em 2013, um álbum/tributo a Billie Holiday, onde canta os grandes sucessos da “Diva do Jazz”. Mary superou traumas de infância, alcoolismo e dependência de drogas para se tornar a força musical na qual se transformou. A história de sua vida dá peso à verdade de que “as melhores cantoras são aquelas com vidas mais dolorosas”. Quer se goste de  blues ou jazz, não se pode deixar de se emocionar com a profundidade emocional, a expressão e o poder da voz dela, em canções como ” I’ll Be Seeing You”, “Porgy’,” “These Foolish Things”. Destaques, também, são “All of Me” e “The Can’t Take That Away from Me”, muito bem interpretados. Bom.

P.S. P.S. Ideal para ouvir degustando um tinto de Zinfandel, californiano, naturalmente

Vinho e Jazz – Awake por Sidsel Storm

15 de outubro de 2020

AWAKE DEF

Awake – A vocalista dinamarquesa Sidsel Storm gravou quatro álbuns (“Sidsel Storm, 2008, Swedish Lullaby, 2010 Nothing in Between, 2012, Close”, 2015) e obteve grande reconhecimento internacional, antes de lançar o 5º álbum de studio – “Awake”. As canções são, na maioria, de autoria de Sidsel, com o pianista de jazz, sueco, Magnus Hjorth, em uma nova e emocionante junção composicional. Além das composições próprias, Sidsel também interpreta standards de Johnny Mercer, Duke Ellington e Cole Porter, tornando o álbum, um trabalho consistente. Com um time de músicos excepcionais (Magnus Hjorth:Piano, Snorr Kirk: Bateria, Lasse Mørck, no contrabaixo), Sidsel Storm, fez de Awake, um álbum excelente para os amantes do jazz, que têm como referências outras divas modernas, como Diana Krall e Melody Gardot. Enfim, Sidsel Storm é uma digna herdeira, dinamarquesa, das grandes divas do jazz.

P.S. Ideal para ouvir com uma taça de um tinto de Bordeaux, de Saint-Emilion, naturalmente.

Vinho e Jazz – The Soul of Porter por Joyce Elaine Yuille

14 de outubro de 2020

A JOYCE DEF

O álbum The Soul of Porter de Joyce Elaine Yuille (vocalista nascida no Harlem), faz uma viagem com alma jazzística ao universo de um dos maiores compositores da América. Joyce Elaine Yuille tem um estilo clássico e groovy, baseado no jazz, onde, com uma voz rouca e tonificada interpreta cada canção com singularidade. Destaque para “Love for Sale”, “So in Love”, “Everytime We Say Goodbye”, interpretadas magistralmente. Disponível no Spotify.

P.S. A sugestão é ouvi-lo com um bom Cabernet Sauvignon californiano, na taça.