30 de maio de 2024
Notícias

Confira a coluna Esportes de Primeira deste sábado (19/02)

Desigualdade

É óbvio que a Confederação Brasileira de Futebol, assim como tudo no mundo, não trataria igual o Mosquito FC e o Flamengo. No entanto, como gestora da modalidade no Brasil, a entidade precisa trabalhar para diminuir desigualdades, principalmente se levar em consideração as possibilidades que cada clube possui. Digo isso, me referindo ao fato de que, no caso do Flamengo, por exemplo, estar em um grande centro, possuir maior visibilidade, etc abre um leque maior para a busca por recursos que clubes como os da Série D. Então, quando a CBF divulga uma “ajuda de custo” de R$ 120 mil pela participação das equipes na Quarta Divisão ela demonstra com MUITA CLAREZA que não tem interesse algum em desenvolver os pequenos clubes brasileiros. A premiação pelo título chega a ser vexatória se você levar em consideração quanto Flamengo ou Atlético/MG devem receber pelo título amanhã na Supercopa. Não quero fazer comparações, mas essa distância não pode ser tão grande. A Adidas, por exemplo, que veste o Rubro-Negro pode até pagar 1 milhão de vezes mais aos cariocas do que a outro clube do País, afinal, é uma empresa privada, que deve visar o lucro. A CBF não. A visão teria que ser outra a do fomento do futebol no País inteiro. À entidade cabe o dever de integrar cada vez mais, valorizar os pequenos, trabalhar para que o negócio futebol prospere em várias regiões, que gere renda, empregos e garanta uma vida digna para atletas e profissionais nos lugares mais distantes. Enquanto houver essa disparidade, o futebol nacional seguirá em desequilíbrio.

Investimento

O Governo do Estado liberou cerca de R$ 5 milhões em crédito através de concessão de incentivos fiscais destinados ao financiamento de projetos do Programa Estadual de Incentivo às Atividades Esportivas e Desportivas, denominado Programa de Incentivo RN+ Esporte e Lazer Professor Sebastião Cunha no ano de 2022. É uma boa oportunidade para quem tem projetos na área. Os recursos podem ser bastante úteis para alavancar o negócio. O Programa concede crédito de ICMS a projetos esportivos e desportivos, que serão aprovados por um comitê gestor composto por cinco representantes da administração pública estadual e quatro das entidades e instituições esportivas.

UFC

O UFC® continua sua série de eventos no UFC APEX com um empolgante confronto no peso meio-pesado, no qual o brasileiro e No. 10 do ranking Johnny Walker enfrenta o No. 12 Jamahal Hill. Especialista em nocautes, Walker (18-6) imediatamente chamou a atenção ao se juntar ao plantel do UFC em 2018. Um striker poderoso, ele garantiu nocautes impressionantes contra Ryan Spann, Misha Cirkunov e Khalil Rountree Jr. O brasileiro agora está pronto para voltar ao caminho de vitórias com uma performance enfática.

UFC 1

Hill (9-1 1NC) entrou no UFC após uma vitória por nocaute técnico sobre Alexander Poppeck no Contender Series. Desde então, ele subiu rapidamente no ranking meio-pesado com vitórias notáveis contra Jimmy Crute, Ovince Saint Preux e Darko Stosic. Hill agora pretende continuar sua escalada na divisão com outro nocaute notável. O card preliminar começa 18h – 21h – Card principal.

UFC 2

Mais dois brasileiros farão parte do card deste sábado no Apex. No peso-leve, Nikolas Motta (13-3) faz sua estreia no UFC após ser contratado no Contender Series em 2020. O mineiro enfrenta o veterano Jim Miller (33-16 1 NC), que vem de uma vitória em outubro. Já no peso-palha, Gloria de Paula (5-4) vai atrás de sua primeira vitória no UFC contra a romena Diana Belbita (14-6).

Rodada

O domingo terá ABC e América em campo. O Alvinegro em casa contra o Força e Luz. Já o Alvirrubro vai até Assu para enfrentar o time da casa. Em tese, o compromisso americano não deveria ser complicado. No entanto, pelo que apresentou nos últimos dois jogos, o time comandado por Leandro Sena precisa evoluir para não levar sustos. Falta intensidade a equipe que sofre muito quando perde titulares como no caso do Araújo, que volta ao meio de campo neste jogo. No Alvinegro, a expectativa é para que o time siga sendo impecável contra as equipes menores, uma vez que, na sequência terá uma grande maratona de jogos importantes, que pode fazer com que Moacir Júnior perca jogadores importantes. É a famosa história de “acumular gordura” (pontos).

Wallace Pernambucano

O time do América sente muito a falta de seu principal jogador. Não apenas pelos gols. O “Tanque” faz muito bem ao time taticamente falando, é um grande definidor e um líder dentro das quatro linhas. Por ser referência em tantas coisas, W9 precisa se recuperar rápido.

Allan Dias

No ABC um jogador se mostra cada vez mais importante. O camisa 10 Allan Dias é “pau para toda obra”. Ele já jogou como segundo volante, como meia armador e agora está fazendo às vezes de “falso 9”, uma vez que Jefinho caiu muito de produção e acabou perdendo a vaga de titular na equipe.

Jovem Pan News Natal

A Jovem Pan News Natal vai cobrir toda a rodada do fim de semana com ABC x Força e Luz e ASSU x América. O Abre o Jogo começa logo às 15h na 93.5 FM e também no Youtube.com/jovempannewsnatal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *