27 de maio de 2024
Notícias

Leia a coluna Esportes de Primeira desta quinta-feira (24)

Nova era?

Caso nada mude até lá, a Série A do Campeonato Brasileiro deve começa com 40% dos técnicos das equipes sendo estrangeiros. Abel Ferreira (Palmeiras – português), Paulo Sousa (Flamengo – português), Turco Mohamed (Atlético/MG – argentino), Vojvoda (Fortaleza – argentino), Medina (Internacional – uruguaio), Gustavo Morínigo (Coritiba – paraguaio) e Luís Castro (Botafogo – português). Além disso, até esta quarta-feira (23), Corinthians, Santos, Athletico, Atlético/GO e Juventude ainda estavam sem nomes acertados. Ou seja, vivemos uma época em que os treinadores brasileiros passaram de criticados a preteridos pelos clubes da elite. As justificativas pela opção são diversas, mas se destacam: qualidade de trabalho tático, disciplina, inovação e profissionalismo. A velha guarda nacional com estilos de trabalho como o do Felipão, Wanderley Luxemburgo e outros estão com espaço reduzido. Em compnesação, os jovens técnicos nacionais passaram a ser opção, justamente por guardarem semelhanças com os “importados”. O estilo “paizão”, “boleiro”, etc está em baixa. O maior exemplo disso é o caso Renato Gaúcho que foi perdendo espaço e apesar de vários clubes grandes terem mudado de treinador, ele não foi sequer especulado por nenhum deles. Na minha opinião, ainda acredito no trabalho dos treinadores brasileiros. Claro que aqueles que se atualizam têm preferência. O futebol exige muito estudo. Virou um jogo de xadrez somado com atletismo uma vez que o esporte passou a ser pensado palmo a palmo do campo e os jogadores precisam estar 100% fisicamente falando. Abandonar de vez os técnicos do País é um erro.

Eliminatórias

O presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF), José Vanildo, continua no Rio de Janeiro em contatos diários com a cúpula diretiva da CBF. Uma das metas do dirigente potiguar é convencer os membros da Confederação Brasileira de Futebol a marcar o novo desafio entre Brasil x Argentina para a Arena das Dunas, em Natal. A entidade já enviou uma carta de intenções para autoridades do futebol nacional, que agora dependem de um posicionamento da FIFA. A partida em questão é a da fase de ida da Eliminatória para a Copa do Mundo do Catar, que acabou aos cinco minutos por intervenção das autoridades sanitárias brasileiras, após um grupo de jogadores argentinos tentar burlar as leis de combate a Covid-19, estabelecidas pelas autoridades brasileiras. O dirigente potiguar possui sinal verde das autoridades locais para negociar a realização da partida na capital potiguar.

CBF

A presença de Vanildo na CBF também será para participar da Assembleia Geral Extraordinária hoje. Na oportunidade, o presidente da FNF se junta aos outros mandatários de entidades estaduais para analisar a possibilidade de declaração de vacância do cargo de presidente da Confederação gerando uma nova eleição, uma vez que Rogério Caboclo segue suspenso de suas atividades e Ednaldo Gomes está exercendo a função interinamente.

Futsal

Está aberto o calendário da Federação Norte-rio-grandense de Futsal em 2022. A primeira competição será a Copa Ruy Pereira, em sua sétima edição. As inscrições estão abertas e outras informações sobre o torneio podem ser obtidas nos telefones 98144-6659 – Djavan (presidente da FNFS) ou 98803-2012 Fábio (diretor-geral da FNFS). O torneio terá quatro etapas. A primeira será em Pedro Velho, de 14 a 19 de março. Depois a competição acontece em João Câmara, Lajes e em São Gonçalo.

Números

No sábado (26), o Fluminense defende a liderança do estadual no confronto contra o vice-líder do Cariocão Betfair 22, o Vasco da Gama. O clube das Laranjeiras, que está há sete jogos invicto, aparece como favorito na análise da Betfair para o clássico. 51% (1.75) de chance do Fluminense vencer, 27% (3.25) do jogo terminar empatado e 22% (4.0) do Cruz-Maltino vencer o clássico. Dono da melhor defesa do campeonato, o Flu sofreu apenas dois gols em oito jogos – e a chance do Vasco ultrapassar o paredão adversário e fazer um gol na partida é de 40% (1.55), contra 58% (1.16) do Fluminense marcar. O Tricolor também aparece como favorito a marcar o primeiro gol da partida com 57% (1.57), já o Vasco está com 32% (2.8). A probabilidade do clássico não ter gols fica em 13% (8.0).

UFC

Em mais uma noite promissora no UFC APEX, o No. 4 dos leves Islam Makhachev pretende deter o impulso de um dos favoritos dos fãs Bobby Green, que substitui o lesionado Beneil Dariush, em uma luta intrigante no peso-casado (até 160 libras). Makhachev (20-1) pretende estender sua sequência de nove vitórias consecutivas no UFC neste sábado (18h card preliminar e 21h card principal). Durante sua ascensão no ranking, Makhachev provou que é um dos melhores pesos leves com vitórias dominantes sobre Dan Hooker, Drew Dober e Thiago Moises. Ele agora pretende garantir uma possível chance pelo cinturão do UFC derrotando o veterano Green.

UFC 1

Green (29-12-1) entra no octógono 10 dias depois de sua performance dominante sobre Nasrat Haqparast no UFC 271. Lutador do peso-leve com nove nocautes e oito finalizações no currículo, Green segue em ascensão na divisão após vitórias sobre Alan Patrick, Clay Guida e Al Iaquinta e agora espera parar o fenômeno russo Makhachev e entrar no Top 15.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *