21 de abril de 2024
Notícias

Nota oficial da CBF sobre os supostos casos de racismo ocorridos na rodada do último final de semana

Com relação aos supostos atos de racismo ocorridos no último final de semana, em partidas de futebol das séries C (Ypiranga X CSA, no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim – RS) e D (Aimoré x Hercílio Luz, no Estádio João Corrêa da Silveira, em São Leopoldo RS), ambos relatados em súmula, e da série A (Brasileirão Assaí), entre Flamengo e Athletico Paranaense, na Arena da Baixada (PR), amplamente propagado pela imprensa, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) esclarece que atua no âmbito desportivo, seguindo protocolos para situações semelhantes às noticiadas no último final de semana.

O primeiro passo é coletar todos os dados disponíveis em torno do fato, entre eles as informações contidas na súmula do jogo, boletins de ocorrência, relatórios e reportagens que destacaram os episódios de racismo.

O clube envolvido também é requisitado a apresentar informações sobre o que foi feito em relação ao fato e sua defesa diante do ocorrido.

Com base nos dados coletados, uma comissão interna da CBF, formada pela Diretoria de Conformidade e Compliance, Diretoria Jurídica e Diretoria de Competições, julga o episódio, dentro dos parâmetros do Regulamento Geral de Competições (RGC).

Vale lembrar que a CBF não tem poder punitivo nem de polícia e, por isso mesmo, encaminha suas considerações e recomendações ao STJD e à Comissão de Ética, para que sejam tomadas as devidas providências no âmbito desportivo e também perante o poder público e demais instâncias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *