25 de abril de 2024
Notícias

Prefeitura de Natal vai ampliar recuperação de ruas e iniciar “Operação Pós-inverno”

A Prefeitura de Natal vai ampliar os trabalhos de recuperação das vias da cidade. No próximo dia 15, terá início a Operação Pós-Inverno na cidade. Este ano, segundo informações da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), o regime de chuvas mais rigoroso provocou um aumento de cerca de 30% nos atendimentos do órgão.

Serviços como obras de recuperação de pavimentação (Operação Tapa Buracos), recuperação após afundamentos de pistas (devido à drenagem), quedas de muro e escavação de lagoas de captação (para evitar transbordamentos), entre outros, serão realizados através de uma “força tarefa” em todas as zonas administrativas de Natal.

“A cidade sofreu com o fenômeno climático Ondas de Leste, assim como várias capitais e cidades nordestinas. Por aqui, mesmo assim, não tivemos problemas de grandes alagamentos, quedas de encostas e, principalmente, perdas de vidas humanas. Agora é ampliar o atendimento às demandas e consertar os danos causados pelas chuvas”, comentou o prefeito Álvaro Dias, ao visitar nesta terça (7) a rua José Luís da Silva, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, uma das vias que já estão recebendo serviços de recuperação.

Recuperação da rua José Luís da Silva na ZN – foto Joana Lima

Antes mesmo da Operação Pós-Inverno iniciar, a Seinfra já tem equipes nas ruas diariamente. Nesta terça-feira (7), estão sendo realizados serviços em vários bairros. São obras de reparo nas redes de drenagem das ruas: Rua da Sereia (Felipe Camarão), Rua Vicente Farache (Morro Branco) e Rua José Luís da Silva (Nossa Senhora da Apresentação).

Além disso, a Prefeitura realiza os trabalhos de recuperação do asfalto na Rua Abdon Nunes (Tirol), da Escadaria em frente ao shopping Via Direta e a escavação do fundo da Lagoa do Conjunto José Sarney.

“Em relação ao ano passado, os atendimentos cresceram cerca de 30% em em função do aumento de chuvas. No entanto, graças à atuação da Prefeitura de Natal, mesmo no dia da chuva que aproximou a cidade dos 250 mm, por exemplo, apenas duas lagoas precisaram ser observadas em função do trabalho preventivo que foi feito nas lagoas de drenagem”, explica o secretário da Seinfra, Carlson Gomes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *