22 de fevereiro de 2024
Notícias

Seleção brasileira participa do Mundial de Futebol Social, nos Estados Unidos

A seleção brasileira está , na Califórnia (EUA) e participa a partir deste sábado (8), do Campeonato Mundial de Futebol Social (Homeless World Cup). A equipe é formada por oito jovens carentes de projetos sociais de seis estados do País – seis meninos e duas meninas.

Este ano, o Brasil joga com uma seleção única – o torneio masculino permite a inclusão de meninas – e viaja com o patrocínio da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O País é tricampeão mundial no masculino (2010, 2013 e 2017), campeão no feminino (2010) e estará lá em busca de mais um título.

A seleção conta com o goleiro Gui Oliveira (Brasília/DF), Kaylane Jufo (Rio de Janeiro/RJ), Yan Brendo (Rio de Janeiro/RJ), Kaike Silva (Bocaina/SP), Dani Santos (São Paulo/SP), Fran Reis (São Luis/MA), Inácio Neto (Milagres/CE) e João Victor (Tomé-Açu/PA). Yan obteve o visto para os Estados Unidos nesta quarta-feira (5) e está confirmado no grupo. A equipe realizou a preparação para o Mundial em São Roque (SP), cidade do técnico Pupo Fernandes, que tem como auxiliar Tiago Ferreira Guimarães.

Viajamos confiantes, em busca de mais um título, sempre seguindo nosso maior objetivo: acreditar no poder do esporte para transformar vidas”, afirma Guilherme Araujo, fundador da ONG Futebol Social.

O Futebol Social conecta jovens e comunidades carentes, contribuindo para a transformação social por meio do futebol. Participam da ONG Futebol Social jovens de 16 a 20 anos, que vivem em situação precária de moradia (ou sem moradia), sob risco social e sem condições plenas de desenvolvimento, ligados a projetos sociais e/ou movimentos comunitários que fazem parte de Rede Futebol Social. Hoje são mais de 100 projetos parceiros. “Futebol Social: ganhar é virar o jogo!” é o lema da ONG.

Sobre a Ong Futebol Social – Com patrocínio da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o Futebol Social promove um movimento pioneiro que conecta jovens e comunidades carentes de todo o País, tendo como objetivo principal integrar, motivar e fortalecer seus participantes. Fazem parte da rede diversos projetos sociais e movimentos comunitários atuantes em periferias, favelas, entre outros grupos e regiões socialmente excluídos. Desde 2004, o projeto já atendeu a mais de 20 mil jovens e participou de mais de 20 eventos internacionais, incluindo o Campeonato Mundial de Futebol Social (Homeless World Cup).

A Rede Futebol Social conta com dez núcleos principais: São Paulo (São Paulo, Mongaguá, Sorocaba e Parelheiros), Pará (Ananindeua), Ceará (Barbalha), Maranhão (São Luís), Rio de Janeiro (Rio de Janeiro e São Gonçalo) e Distrito Federal (Brasília).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *